Com o alto índice de desemprego e a recessão econômica tornando-se, diariamente, manchete dos principais jornais do país, trabalhadores que buscam uma nova oportunidade profissional - ou até mesmo o primeiro emprego - devem investir incansavelmente na qualificação e atualização profissional. Para tanto, é necessário apostar na realização de cursos profissionalizantes, de preferência em instituições que garantam um alto nível de qualidade.

Para quem mora em São Paulo e não está em condições de pagar por um #Curso, uma boa opção são os cursos profissionalizantes oferecidos pelo Governo do Estado através do programa 'Via Rápida Emprego': são mais de 10 mil #Vagas, em diferentes áreas, para a capital paulista, grande São Paulo e cidades do interior e litoral.

Publicidade
Publicidade

Os cursos ofertados pelo Via Rápida Emprego são direcionados à candidatos com mais de 16 anos e duram até três meses. A formação rápida e especializada garante ainda mais chances de empregabilidade, logo após a conclusão dos cursos. 

Cursos do Via Rápida Emprego

No total são ofertados mais de 150 cursos distribuídos nas áreas de construção civil, comércio, serviços, indústria e transporte. Alguns dos cursos disponíveis são o de Instrumentação Básica, Bartender, Assistente de Cabeleireiro, Manicure e Pedicure, Maquiagem, Mecânico de Bicicleta, Sistemas de Automação e Controle, Metrologia, Sistemas Hidráulicos, Camareira, Corte e Costura, Cozinheiro, Informática Básica, Assistente Administrativo e Assistente de Logística Portuária.

Vale salientar que os cursos de cada unidade é definido considerando o mercado de trabalho da região.

Publicidade

Por isso, a oferta de cursos é diferenciada em cada unidade. A lista completa de modalidades disponíveis pode ser conferida no site do Via Rápida Emprego.

Inscrições

Os interessados em participar de um dos cursos deverá se inscrever através do portal do Via Rápida Emprego. É possível selecionar o curso buscando pela cidade ou pelo nome do curso desejado. O sistema informará os cursos oferecidos por cada unidade. Os candidatos receberão a confirmação da participação no curso por telegrama, carta ou e-mail. Vale salientar que é preciso aguardar a abertura de turmas no curso escolhido.

Para quem não tem acesso à internet, a inscrição pode ser realizada em um dos postos do Acessa São Paulo - são mais de 700 unidades - e, também, nas unidades do Poupatempo.