Atualmente o Brasil vive a pior #Crise econômica de sua história. Além disso, é a primeira vez que um governo é tão mal avaliado pela população e para evitar manobras de Impeachment e tentar reorganizar a economia brasileira, o governo federal precisou fazer dezenas de cortes e dentre eles estão alguns concursos públicos muito esperados por milhares de pessoas.

O anúncio oficial dos cortes feitos pelo governo federal para conter a crise econômica ocorreu nessa segunda-feira, 14. O total dos cortes totalizam a marca de quase R$65 bilhões de reais de economia aos cofres públicos. Dentre os cortes estão concursos públicos já previstos para esse ano e para 2016.

Publicidade
Publicidade

Confira a lista dos principais concursos cancelados:

  • Instituto Nacional do Seguro Social – 220 vagas de nível médio e superior
  • Ministério da Educação – 321 vagas de nível técnico e superior
  • Serviço Geológico do Brasil – 52 vagas de nível técnico
  • Aeronáutica – 34 vagas de nível superior
  • Agência Nacional da Saúde Suplementar – 102 vagas de nível técnico
  • Funai – 220 vagas de nível superior
  • Ministério da Fazenda – 3.500 vagas de vários níveis
  • Pré-Sal – 150 vagas de níveis não divulgados
  • IBGE – 600 vagas de nível médio e superior
  • Banco Central do Brasil – 300 vagas de nível superior
  • Abin – 470 vagas de vários níveis
  • BNDES – número de vagas não divulgado oficialmente
  • Câmara dos Deputados – número de vagas não divulgado oficialmente, entretanto eram cargos de nível médio.

Outros concursos mais específicos ou com menor número de vagas foram cancelados até que a crise econômica brasileira seja contida.

Publicidade

O número total de cargos públicos mantidos pela União que deixaram de integrar o pessoal público entre esse ano e o próximo ultrapassam cinco mil vagas.

Ainda há esperança para quem deseja um cargo público federal

Para que a suspensão dos concursos entre esse e o próximo ano seja legalmente válida, é preciso que seja inserida na lei que fixará o Orçamento de 2016, a qual encontra-se em discussão no Congresso. Alguns parlamentares se mostraram contrários a decisão do governo, pois acreditam que sem os concursos públicos, não tem como o setor público caminhar em meio à crise. Caso seja incluída ao Orçamento sem oposição significativa, o país economizará mais de um bilhão de reais. #Trabalho #Crise no Brasil