Sabemos que a Língua Portuguesa é uma das disciplinas com maior taxa de reprovação em concursos públicos e privados pelo Brasil afora. E com a enorme alta no número de pessoas que estudam para concurso hoje em dia no Brasil, as estatísticas dizem que muitos ainda precisam de ajuda para estudar Português.

Segundo o site Tudo para Concursos, apenas 8% dos inscritos estão preparados para as provas, e com a enorme quantidade de pessoas que atualmente presta concurso no Brasil, cada vez é mais difícil se destacar entre a multidão. Confira também algumas dicas do que NÃO fazer na hora de estudar para concurso.

Se você deseja memorizar a matéria com mais facilidade, a dica de especialistas é dividir o conteúdo em 3 partes: gramática, redação e interpretação de textos.

Publicidade
Publicidade

Embora o idioma Português seja apenas um, a divisão de matéria facilita para fins educativos e na hora de responder questões de concurso.

Gramática: Para estudar este segmento do idioma, devemos examinar cada palavra no contexto. Devemos começar por temas introdutórios, como fonologia e fonética. É também muito importante estudar ortografia, pois todos os temas em português são relacionados. Além disso, o estudante deve ter um prazo longo para iniciar essa aprendizagem. Isso porque a matéria está cheia de nuances e detalhes. Existem regras que devem ser aprendidas e gravadas pelo aluno de alguma forma. Caso contrário, com certeza os resultados não serão satisfatórios.

Redação: Em questões de concursos, as redações devem ser desenvolvidas em torno de um tema proposto pela comissão de avaliação de determinada instituição.

Publicidade

Pense em seu texto como uma resposta, da qual você precisa conhecer bem a pergunta. Leia a proposta com o máximo de atenção e fiscalize-se para não fugir dela sob nenhuma hipótese. O desenvolvimento do assunto, a objetividade da apresentação, a seleção dos argumentos e a argumentação são quesitos avaliados com muita atenção. Lembre-se que para ter um bom desempenho na escrita é preciso seguir algumas regras importantes, de acordo com cada tipo de redação. São elas: narração, dissertação e descrição. Uma redação precisa ser escrita de forma clara e objetiva, com introdução, desenvolvimento e conclusão, isto é, ter começo, meio e fim.

Interpretação de texto: Os concursos apresentam questões interpretativas que têm por finalidade analisar se o candidato compreende os níveis estruturais da língua por meio da lógica, além de julgar a atenção e consciência geral. As frases produzem significados diferentes de acordo com o contexto em que estão inseridas, então, é necessário sempre fazer um confronto entre todas as partes que compõem o texto.

Publicidade

É fundamental apreender as informações apresentadas por trás do texto e ao quê elas remetem. As funções que cada sentença tem originalmente e seu significado, sempre dependem da intenção do autor. 

Outra maneira eficaz é sempre dar ênfase nos exercícios. Você pode escolher entre inúmeros temas: concordância nominal; comunicação, fonética, ortografia, acentuação, estrutura e formação das palavras; substantivo; adjetivo; artigo; numeral; pronomes; colocação pronominal; verbo, advérbio; preposição; conjunção; interjeição; palavras; análise sintática; orações; concordância verbal; regência; crase; modos de organização do discurso; pontuação; semântica; figuras de linguagem; vícios de linguagem; tipos de discurso; texto, coesão e coerência, entre outros. Pratique de tudo um pouco e boa sorte! #Educação #Escola #Curso