A Netflix, uma empresa americana com sede na Califórnia, possui mais de 50 milhões de assinantes distribuídos em 40 países. A intenção dos fundadores da empresa, Marc Randolph e Reed Hastings, é que as pessoas possam assistir, no conforto do seu lar, a filmes e séries sem intervalo comercial. Para que isso seja viável, os assinantes da Netflix pagam uma mensalidade média de 8 dólares por mês. Atualmente a empresa investe na produção do seu próprio conteúdo, como no caso da série Narcos que é sucesso no Brasil e em outros países, House of Cards, Orange Is the New Black entre outras.

Vagas 

Em Tóquio a empresa está com quase 20 vagas abertas.

Publicidade
Publicidade

Os cargos são de assistente executivo, especialista em criação, gerente de aquisição de conteúdo, diretor de animação, especialista de conteúdo entre outras. Na Europa as #Vagas são para vários países, porém os profissionais selecionados deverão trabalhar em Amsterdã, capital da Holanda. Das vagas abertas, a maioria é para profissionais de comunicação e marketing.

As vagas para a Holanda são para assistente executivo, coordenador de social mídia para a Europa e para o Oriente Médio, diretor de marketing para a Itália, Espanha e Portugal, gerente de publicidade para a França, diretor de publicidade para a Europa, produtor integrado para a Alemanha, Reino Unido e Irlanda. Ainda existem outras vagas para o país europeu como: operador comercial, especialista em folha de pagamentos, gerente de operações, gerente de marketing entre outras.

Publicidade

Nos Estados Unidos a Netflix está procurando profissionais para diversas cidades em todo o país, totalizando 175 vagas em aberto. A maioria das vagas ficam na Califórnia e são para assistente executivo de recursos humanos, coordenador de marketing e design de produtos, especialista em conteúdo, designer de produto, coordenador de digital, gerente de marketing voltado para o México, engenheiro de telecomunicações, analista de conteúdo, gerente de engenharia entre outras.

As informações sobre vagas estão nos comentários desta notícia. #Trabalho #Seleção