A Azul Linhas Aéreas divulgou a abertura de novas 300 #Vagas de #Trabalho para diversas cidades do Brasil. Quem sempre teve o sonho ou quis saber como é a experiência de trabalhar em uma empresa de aviação, pode concorrer a uma das vagas disponíveis.

Hoje, a Azul é uma das principais empresas de aviação comercial do país, e quando fechou uma associação com a Trip ela passou a ter os seguintes números: cerca de 120 aeronaves fazendo mais de 100 trechos com quase 1 mil voos diários. Ela é responsável por cerca de 18% dos voos domésticos feitos no território brasileiro. Com o título de 3ª maior cia aérea do Brasil, ela ganhou prêmios importantes pela Skytrax World Airline Awards e pela FlightStats - sendo a melhor low-cost e também a mais pontual da América do Sul.

Publicidade
Publicidade

As oportunidades anunciadas pela empresa são para os cargos de Analista de CTM SR, Analista de CTM JR, Aprendiz, Auxiliar de Aeroporto, Operador de Atendimento ao Cliente e Auxiliar Administrativo. Veja agora algumas informações sobre cada uma das funções citadas acima:

- Analista de CTM SR: Superior Completo e necessário inglês avançado

- Analista de CTM JR: Superior Incompleto e necessário inglês intermediário

- Aprendiz: Candidatos de 14 a 24 anos com ensino Fundamental Incompleto

- Auxiliar de Aeroporto: Médio Completo e necessário inglês básico

- Operador de Atendimento ao Cliente: Médio Completo e necessário inglês básico

- Auxiliar Administrativo: Médio Completo - vaga exclusiva para profissional portador de necessidades especiais (PNE)

E para concorrer a uma das vagas é simples, basta acessar o site Voe Azul (domínio .com.br) e ir na opção Trabalhe Conosco para cadastrar seu currículo.

Publicidade

Lá você pode selecionar e procurar pelo cargo que mais interessou ou se encaixou em sua área de trabalho e verificar todos os pré-requisitos detalhados, além de outras informações sobre a empresa e as funções que serão desempenhadas.

Mais de 900 vagas em Porto Alegre com salários de R$ 1.400. Veja aqui

Mais de 300 vagas para o Rio de Janeiro. Veja aqui