A Defensoria Pública da União (DPU) reabriu o prazo de inscrição do concurso público que irá contratar 143 novos profissionais para atuar em cargos de nível médio e superior. Nem todas as #Vagas são para início imediato, o processo conta com uma porcentagem para formação de cadastro reserva (CR). A prova está prevista para o dia 24 de janeiro de 2016.

Você pode conferir a quantidade de vagas disponíveis para cada cargo no edital publicado no site do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe), que é a entidade responsável pela organização e execução da prova. As inscrições que deverão ser realizadas no mesmo portal a partir do dia 9 de novembro, seguem até o dia 22 do mesmo mês.

Publicidade
Publicidade

Como as inscrições já estiveram disponíveis anteriormente, os candidatos que já efetuaram o pagamento e não tem mais interesse em concorrer a uma das vagas deve solicitar a devolução da quantia paga. As taxas variam entre R$ 70 (Nível Médio) e R$ 100 (Nível Superior) e podem ser pagas em qualquer agência bancária.

Cargos e remuneração

A maior quantidade de oportunidades deste processo seletivo é para nível médio, os candidatos disputaram 105 vagas para Agente Administrativo, o restante se divide entre os seguintes cargos: Técnico em Comunicação Social com ênfase em Jornalismo, Psicólogo, Economista, Analista Técnico-Administrativo, Arquivista, Bibliotecário, Sociólogo, Contador, Assistente Social e Técnico em Assuntos Educacionais. Os pré-requisitos para cada uma das funções estão detalhados no certame do concurso. 

Os rendimento mensais dos contratados pode variar entre R$ 3.817,98 ou R$ 5.266,18, dependendo da formação profissional e educacional, já que todos os cargos tem uma jornada de 40h semanais.

Publicidade

Os salários são compostos por auxílio alimentação, vencimento básico e outras gratificações.

Locais de atuação

Quem deseja participar deste concurso público nacional, poderá atuar em um dos seguintes estados: Piauí, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraíba, Paraná, Amapá, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rio Grande do Norte, Acre, Minas Gerais, Distrito Federal, Espírito Santo, Amazonas, Alagoas, Sergipe, Rondônia, Maranhão, Ceará, Goiás, Bahia, Pernambuco e Roraima. #Trabalho