A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) acaba de publicar o #Edital nº 76/2015 para preenchimento de 150 vagas imediatas de Analista Administrativo, de Especialista em Regulação, de Técnico Administrativo e de Técnico em Regulação. As oportunidades são para trabalhar em Brasília/DF.

Para concorrer aos cargos de Técnico Administrativo ou de Técnico em Regulação é necessário possuir apenas o diploma de Ensino Médio.

Quem possui nível superior em qualquer área de formação pode concorrer aos cargos de Analista Administrativo (áreas 1 e 2) e de Especialista em Regulação (áreas 1 e 5). Para a área 5 também é exigida a licença de piloto de linha aérea/linha de helicóptero com comprovação por meio de certificado.

Publicidade
Publicidade

Já Engenheiros Mecânicos, Aeronáuticos, de Produção e Civis, Economistas, Contadores e Arquitetos podem concorrer aos cargos de Especialista em Regulação - áreas 2, 3 e 4. As remunerações iniciais variam entre R$ 5.689,52 e R$ 11.974,49, para 40 horas de #Trabalho semanais.

A ESAF é a responsável pela aplicação das provas. As inscrições podem ser realizadas no site www.esaf.fazenda.gov.br até 04 de janeiro de 2016. A taxa de inscrição varia de R$ 90,00 ou R$ 150,00. As provas objetivas, para todos os cargos, serão aplicadas em 20 de março de 2016 em todas as capitais estaduais e também no Distrito Federal. 

A primeira etapa para nível superior é composta por provas objetivas, discursiva e de títulos. Enquanto que o nível médio apenas pelas primeiras duas modalidades de prova. A segunda etapa do concurso - apenas para nível superior - é o curso de formação para o cargo de Especialista em Regulação de Aviação Civil.

Publicidade

Como habitualmente, e de acordo com a lei, estão salvaguardadas as #Vagas para pessoas com deficiência e também para negros e pardos.

Vinculada à Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, a ANAC é uma autarquia cuja atribuição principal é regular e fiscalizar as atividades de aviação civil e de infraestrutura aeronáutica e aeroportuária no Brasil.