A espera acabou, os tão esperados editais dos concursos públicos do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) foram lançados em parceria com a FGV (Fundação Getúlio Vargas), a oferta de #Vagas nesses novos concursos é de 600 vagas.

Cargos ofertados e nível de escolaridade exigido para candidatura

De acordo com os editais, as 600 vagas ofertadas serão distribuídos da seguinte forma: 140 vagas para o cargo de Analista e Tecnologista, cujo requisito para candidatura é possuir nível superior em qualquer área e 460 vagas são para Técnico em Informações Geográficas e Estatística, cujo a exigência é que os candidatos possuam nível médio.

Publicidade
Publicidade

Distribuição de vagas e remuneração

Os aprovados para o cargo de Analista e Tecnologista receberão um vencimento inicial de R$ 7.000,49 e atuarão em 15 estados brasileiros em diversos municípios.

Já os Técnicos em Informações Geográficas e Estatística irão receber mensalmente R$ 3.098,85 e irão atuar em 165 municípios brasileiros espalhados por todos os estados brasileiros.

Benefícios

Além das ótimas remunerações, os aprovados no processo de seleção receberão um auxílio alimentação no valor de R$ 458 e também uma gratificação por qualificação (GQ) no valor de R$1.539,16 para Técnicos e R$ 1.734,39 para os aprovados nos cargos de Analistas e Tecnologistas.

Inscrições e taxas

Os interessados em se inscrever no concurso do IBGE deverão acessar o site da Fundação Getúlio Vargas (FGV) entre os dia 04 a 28 de janeiro de 2016, sendo que as taxas de inscrições serão recolhidas nos valores de R$ 69 para os cargos com exigência de nível superior e R$ 49 para cargos de nível médio.

Publicidade

Processo de seleção

O processo de seleção dos candidatos versará de provas objetivas com data prevista de aplicação para os dia 10 de abril para os cargos de Analistas e Tecnologistas e para o dia 17 de abril para os cargos de Técnico, sendo que as cidades de realização das provas se encontram descritas no #Edital.

A validade do concurso está programada para ser de um ano, existindo possibilidade de prorrogação desse prazo por mais um ano. #Trabalho