O que tem sido observado ao longo dos últimos 2 anos é que o BC - Banco Central brasileiro vem sofrendo do que pode ser chamado da falta quantitativa de recursos humanos realmente preparados para alguns cargos do seu plantel, tais como: Técnico e Analista Financeiro, o que provoca a urgência do início de processo seletivo – recrutamento, seleção, treinamento – através de um grande concurso em nível nacional, suprindo assim, o déficit de mais de 2.300 vagas que precisam ser ocupadas pelos profissionais.

A legislação brasileira homologa essa demanda de vagas, uma vez que na atualidade, o BACEN  revela possuir o número exato de 3.771 colaboradores, sendo 3.218 nos cargos de Analistas 553 desempenhando a função de Técnicos, sendo esses os funcionários que passaram nos concursos anteriores; porém, o número necessário de empregados para as funções citadas, conforme o próprio cálculo do BACEN é de 6.170 pessoas.

Publicidade
Publicidade

Deste modo, os especialistas em concursos apontam como algo 100% certo a execução de um novo concurso de caráter público, até mesmo porque os trabalhos desenvolvidos no BACEN são extremamente vitais para a manutenção de estabilidade como um todo da economia do país, justamente diante de um período de tamanha conturbação política e financeira que a população brasileira está passando. O fim da validade do último concurso feito em 2013 acontecerá agora no início deste ano de 2016, ou seja, vem novo concurso público do BACEN, para ser realizado muito provavelmente nos primeiros meses deste ano.

Lá em 2013 o pró-labore oferecido pelo Banco Central foi de R$ 5.158,23 para Técnicos (com o pré-requisito do candidato, ter estudado até o término do nível médio de ensino) e R$ 14.289,24 para Analistas (aqui a exigência é de ter terminado o nível superior).

Publicidade

Muito provavelmente, esses valores não irão sofrer mudanças drásticas para o concurso de 2016, tendo em vista que a jornada #Trabalho continua sendo de 40 horas toda semana.

No concurso de 2013, o responsável de organizar e promover o concurso foi o Cespe/UnB, Centro de Seleção e de Promoção de Eventos, órgão pertencente à Fundação Universidade de Brasília, responsável por algumas demandas, entre as quais, concursos públicos. 

O processo seletivo foi resultado da aplicação de provas objetivas, discursivas e análise de títulos. Na ocasião, 10 capitais brasileiras que possuíam unidades do BACEN foram responsáveis por sediar a realização das avaliações. O valor cobrado pelas taxas dos inscritos foi de R$ 120,00 para a função de Analista e de R$ 70,00 para o cargo de Técnico. 

O edital convocando para o concurso de 2016 está às portas. Deste modo, o conselho que fica para os candidatos é que iniciem ou intensifiquem ainda mais os seus estudos, inclusive que os mesmos possam analisar o edital de 2013, refazendo a prova. O resultado de todo esse esforço é que o indivíduo poderá abocanhar um dos cargos públicos mais cobiçados do país. #Desemprego #Seleção de Futebol