Dois dos concursos mais esperados de 2015 lançaram os editais em dezembro e começam a receber inscrições nesta segunda-feira (4). O concurso do IBGE oferece 600 #Vagas, enquanto o concurso do INSS conta com 950 oportunidades. Ambos são para o Brasil todo e recebem inscrições de pessoas com graduação completa ou que terminaram o ensino médio.

Concurso do INSS

As 950 vagas são divididas em dois cargos: Analista do Seguro Social e Técnico do Seguro Social. Para ser analista é necessário ser formado em Serviço Social. Já para pleitear uma das 800 vagas para técnico basta ter terminado o ensino médio.

São mais de 600 municípios com vaga nos seguintes estados: Mato Grosso do Sul, Acre, Sergipe, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Alagoas, Tocantins, Espírito Santo, Amazonas, Maranhão, Ceará, Rio de Janeiro, Amapá, Rondônia, São Paulo, Bahia, Roraima, Paraíba, Mato Grosso, Paraná, Goiás, Pará, Minas Gerais, Piauí, além de vagas no Distrito Federal.

Publicidade
Publicidade

A remuneração é de até R$ 7.496,09 por 40 horas mensais trabalhadas. As inscrições começam dia 4 de janeiro de 2016 e seguem até o dia 22 de fevereiro no site da Cespe. No mesmo local é possível ler o #Edital completo.

Concurso do IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou dois editais de concurso público e ambos começam a receber inscrições no dia 4 de janeiro. Elas podem ser feitas apenas até o dia 28 de janeiro de 2016, no site da FGV.

São 460 oportunidades para quem tem ensino médio, no cargo de Técnico em Informações Geográficas e Estatísticas A I. As demais são para graduados para atuarem nas seguintes áreas: Engenharia Agronômica; Processos Administrativos Disciplinares; Análise em Biodiversidade (Geografia, Biologia, Engenharia Florestal, Ecologia, Engenharia Agronômica ou Ambiental); Análise de Sistemas - Suporte Operacional; Ciências Contábeis; Jornalismo - Redes Sociais; Economia; Engenharia Civil; Educação Corporativa; entre outros.

Publicidade

Remuneração de até R$ 8.734,88 por 40 horas de #Trabalho por semana.  Mais informações no edital, que já está disponível no site da Fundação Getúlio Vargas.