O Núcleo Brasileiro de Estágios (Nube) anunciou no início desta semana que a previsão só para o primeiro trimestre de 2016 é que sejam abertas mais de 31 mil #Vagas de estágio em todo território brasileiro. Somente nos últimos meses do ano passado, o Nube foi responsável pela contratação de cerca de 10 mil alunos. Mesmo com o cenário do desemprego amedrontando muitos brasileiros, o jovem pode encontrar uma boa alternativa para se inserir no mercado de #Trabalho, ganhar uma bolsa auxílio e também bagagem e experiência profissional através dos estágios remunerados.

As vagas disponibilizadas pelo Nube são destinadas aos estudantes matriculados em cursos de graduação, cursos técnicos, ensino médio e tecnólogos.

Publicidade
Publicidade

Há possibilidade de trabalhar nos períodos matutino e vespertino, fazendo uma carga horária semanal de 30h, no máximo.

Os alunos que se interessarem por uma das vagas, devem se inscrever através do site do Núcleo Brasileiro de Estágios e informar qual a vaga e área de interesse, assim como preencher corretamente a região em que está estudando e irá trabalhar. Feito isso, os candidatos passaram por uma pré-seleção com base no cadastro e, posteriormente, a empresa contratante marcará uma entrevista.

De acordo com a coordenadora de treinamento do Nube, Eva Buscoff, esse é o melhor período do ano para conseguir uma vaga de estágio remunerado. Já que muitos alunos que ocupavam estes cargos estão se formando e precisam desocupar a vaga, fazendo com que apareçam novas oportunidades para os novatos. 

Os salários variam de acordo com a empresa e a área de trabalho escolhida, mas as bolsas vão de R$ 500 a R$ 1.600, com vale-transporte e, em alguns casos, a empresa disponibiliza um valor para alimentação.

Publicidade

As vagas são para as seguintes áreas: ensino médio, administração, comunicação, economia, marketing, letras, hotelaria, arquitetura e urbanismo, bioquímica, farmácia, design de moda, design de produto, direto, psicologia, comércio exterior, relações públicas, educação física, ciências contábeis, arquivologia, ciências da computação, ciências atuariais, engenharia da informação, agronomia, engenharia civil, engenharia de produção, engenharia mecânica e engenharia de sistemas. 

Para outras informações, basta acessar o site do Nube.