No próximo dia 31 de janeiro, a Secretaria de Administração do Município do Rio de Janeiro aplicará as provas objetivas do concurso para as 141 #Vagas da Secretaria de Transportes Rodoviários do Município do Rio de Janeiro (SMTR). São oportunidades para os níveis médio e superior que oferecem salários entre R$1.070,10 para os agentes administrativos, e R$8.063,21 para os fiscal de transportes urbanos. 

As vagas estão distribuídas nos cargos de agente administrativo (58), auxiliar de fiscal de transportes (27), administrador (duas), engenheiro (23), economista (três) e fiscal de transportes urbanos (28). Há reserva para negros, índios e portadores de necessidades especiais. O valor de R$ 264 que se refere ao auxílio-alimentação dos agentes de administração e administradores pode aumentar após seis meses.

Publicidade
Publicidade

As provas de fiscal de transportes urbanos, o mais disputado do certame, cobrará as disciplinas de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Ética do servidor na administração pública, Noções de Direito Administrativo e Constitucional, Legislação de Trânsito e Legislação de Transportes Urbanos e Contabilidade Geral Pública.

Os locais de provas serão informados no próximo dia 22 de janeiro, sexta-feira, no site da organizadora do concurso, a Fundação João Goulart (FJG).

O gabarito das provas será publicado no dia 2 de fevereiro e o resultado final no dia 17 do mesmo mês. O concurso tem previsão de ser encerrado no dia 22 de março.

Relação candidato / vaga é de até 203 por oportunidade

Um dos meios de medir a concorrência é saber quantos candidatos estão distribuídos pelas vagas. Confira abaixo:

Superior

Administrador - 68 c/v

Economista - 19 c/v

Engenheiro - 22 c/v

Fiscal de transportes urbanos - 102 c/v

Médio

Agente de administração - 48 c/v

Auxiliar de fiscal de transportes - 203 c/v

Ano deve ser de poucos concursos

Por conta das eleições municipais, a expectativa de concursos para os municípios de todo o Brasil é baixa, isso porque as prefeituras não podem realizar contratações três meses antes ou depois do pleito.

Publicidade

#Desemprego #Edital