Em meio a crise econômica e politica que o Brasil se encontra, está muito difícil encontrar ou se manter em um emprego. E uma das áreas mais atingidas pela atual crise foi a da #Comunicação, mais especificamente o ramo jornalístico, já que com o país em crise várias marcas diminuíram suas cotas de patrocínios junto aos meios de comunicação, e sequencialmente, com menos patrocínio, muitas redações foram obrigadas a diminuir o quadro de funcionários de suas redações.

Por conta deste cenário atual, essa matéria do Blasting News busca ajudar os colegas jornalistas na busca de um novo emprego; e os recém- formados que estão sofrendo ainda mais com a falta de oportunidade para iniciar de vez suas carreiras jornalísticas.

Publicidade
Publicidade

Os links dos EDITAIS citados na matéria abaixo estão na área de comentários.

 

#Vagas PARA JORNALISTAS: 

- Edital número 01/2015 do concurso público do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) tem 2 vagas para jornalistas para trabalharem com redes sociais. As oportunidades são para a cidade do Rio de Janeiro. O salário inicial é de R$ 7.000,49 e pode chegar à R$ 8.734,88. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais. A taxa de inscrição custa R$ 69,00 e deve ser feita até o dia 28 de janeiro de 2016.

- Edital número 02/2015 para o Ipasem (Instituo de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Novo Hamburgo), localizado no estado do Rio Grande do Sul, tem 3 vagas para jornalistas. O salário é de R$ 4.399,39 para a jornada de 40 horas semanais, a taxa de inscrição custa R$ 95,00.

Publicidade

As inscrições vão até o dia 10 de fevereiro de 2016.

- Edital do concurso público número 001/2016 da Prefeitura de São Vicente (litoral paulista) tem 1 vaga para o cargo de jornalista, cujo salário é de R$ 3.742,39; e 1 vaga para o cargo de redator/revisor com o salário de R$ 3.742,39. As duas vagas são para o total de 30 horas trabalhadas semanalmente, a inscrição vai até o dia 28 de fevereiro de 2016 e custa R$ 88,00 para a vaga de jornalista e R$ 96,00 para a vaga de redator. #Crise no Brasil