As maiores fabricantes de chocolate estão se antecipando e já contratam para a Páscoa. Para garantir uma produção de chocolate com maior número, atender e vender de forma ativa e com qualidade aos clientes, as maiores companhias do Brasil estão com #Vagas abertas para funcionários de todo o país. De acordo com informações são exatamente 22 mil vagas abertas nas empresas Nestlé, Garoto, Lacta, Cacau Show, Kopenhagen e Brasil Cacau, dentre as grandes fabricantes existem também varias agências de emprego com oportunidades em aberto. Com salários batendo até R$ 3.000,00 muitas das vagas exigem apenas o ensino fundamental completo , sem dúvidas esta é uma ótima noticia para os trabalhadores a procura de uma nova oportunidade.

Publicidade
Publicidade

Referente a empresa Garoto, estão sendo aceitos currículos de candidatos a vagas para trabalhar na área de vendas dos deliciosos chocolates. No geral estão em aberto mais de 6.000 vagas em todo país. Quem estiver interessado deve ter ensino médio completo e experiência na área de vendas. Já a empresa Lacta esta com 8500 vagas. As oportunidades abertas estão em vários estados. Não é exigida experiência.

A Cacau Show esta com 6000 vagas divididas em dois mil lojas em todo país. Os interessados devem possuir ensino médio e experiência em vendas. A fábrica Kopenhagen possui 650 vagas para vários cargos em vários estados, e suas inscrições podem ser realizadas até o dia 28 de fevereiro.

Referente às agencias, uma grande agência que tem mais de 230 vagas para diferentes cargos como: caixa, auxiliar de produção, auxiliar de armazém, repositor entre outros é a Luandre.

Publicidade

As admissões estão sendo feitas através do regime temporário, mas com grandes oportunidades de efetivação de acordo com o desempenho do funcionário. Sobre os salários os valores estão muito variados, pois são determinados de acordo com cada cargo que é proposto que podem ser de R$900,00 até R$ 3.000,00. Para maiores informações é necessário entrar em contato com a agência Luandre através de seu site. #Trabalho #Desemprego