Em entrevista ao jornalista Fernando Rodrigues, do portal UOL, o jovem Andrew MacDonald, gerente regional da Uber, anunciou que a empresa pretende dobrar o número de funcionários em seus escritórios no Brasil e agregar mais 50 mil motoristas aos já 10 mil atuantes nas cidades de São Paulo, Rio, Campinas, BH, Porto Alegre, Brasília e Goiânia.

Atualmente, o Brasil registra um crescimento de 30% ao mês nas operações da Uber, o que já provocou a ira de taxistas em todos os municípios, categoria que é a principal (e única) concorrente do serviço. 

MacDonald, que é canadense, explica que o objetivo agora é expandir nas regiões Norte e Nordeste e chegar a todas as cidades ou regiões metropolitanas com mais de 1 milhão de habitantes

A Uber não divulga sua receita, mas confirma que o Brasil é um dos seus principais mercados de atuação.

Publicidade
Publicidade

Apesar da crise econômica que vem afetando o país, o executivo está otimista. Para ele, os altos índices de aprovação por parte dos usuários incentivam o investimento. 

Com relação às críticas envolvendo ilegalidade e falta de segurança, MacDonald responde que a empresa tenta ser transparente e dispara contra o serviço de táxis. "No táxi, você não sabe nada sobre o motorista", explica. 

Processo seletivo

Para se tornar um motorista parceiro da Uber é necessário cadastrar um veículo nos moldes exigidos pela empresa, contratar um seguro, ter licença para dirigir profissionalmente e receber a certificação fornecida pela empresa. Os antecedentes criminais dos candidatos também são verificados. 

A inscrição deve ser realizada no site oficial da empresa. Após o cadastro, um funcionário entrará em contato, normalmente em dois dias úteis, para confirmar o interesse e passar as demais instruções. 

Grande ABC

Na região do ABC Paulista, duas cidades já proibiram o uso do aplicativo e de serviços de transportes de passageiros como o realizado pela Uber.

Publicidade

Vereadores de São Caetano do Sul e de Mauá alegam que existência da Uber prejudica o trabalho de taxistas. 

Somando mais de 1,5 milhão de habitantes, o ABC atende aos requisitos da Uber que ainda não se manifestou sobre quando disponibilizará o serviço na região. #Vagas #Grande ABC