A segunda-feira, dia 18 de abril, começou nem um pouco feliz para os candidatos às 1.409 #Vagas temporárias oferecidas no final de 2015 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O concurso público para preencher as oportunidades da seleção foi cancelado pelo instituto por causa de falta de orçamento. Quem vinha estudando exclusivamente para essa seleção saiu prejudicado, já que não há previsão de retomada do concurso e muito menos abertura de mais vagas na instituição federal.

De acordo com o IBGE, em nota para a imprensa, a operação censitária, que iria contratar os funcionários públicos concursados por tempo determinado não pode mais acontecer, já que a redução do orçamento do censo de R$330.800.000 (no projeto de lei) para R$266.856.444 (na Lei Orçamentária) inviabilizou todo o processo.

Publicidade
Publicidade

As provas estavam marcadas para o próximo dia 22 de maio, um domingo. O instituto esclarece que irá devolver as inscrições, conforme está explícito no edital.

Em resposta ao site de concursos e seleções, a Folha Dirigida, o IBGE afirmou que irá manter outras contratações que estão previstas: 600 vagas efetivas e 7.825 temporárias, voltadas para pesquisas econômicas e sociais dos próximos anos.

Mariana Barbosa, iria prestar prova para uma das vagas da área de Técnico, que foi oferecida pelo edital. Ela não chegou a tentar os cargos efetivos e está decepcionada com a decisão do instituto.

"Não acredito nisso! Estudei tanto e agora meus esforços foram todos ignorados por uma decisão dessas. Vou pedir o dinheiro, mas o que perdemos é muito mais do que isso. É tempo, dedicação e paciência", protestou.

Publicidade

O IBGE disse ainda que irá buscar recursos junto ao Ministério do Planejamento para fazer com que a seleção ocorra, pois as pesquisas são essenciais para o começo do próximo ano.

Como pedir o reembolso

Quem quiser pedir o dinheiro da inscrição de volta basta acessar o site da Fundação Cesgranrio, organizadora do concurso, e aguardar os próximos dias informações novas a respeito da devolução do valor. #Crise econômica #Crise-de-governo