A Valisere, uma das mais tradicionais fábricas de moda íntima, já fechou o setor de costura e 120 funcionários foram demitidos, aumentando as estatísticas do #Desemprego no Brasil. A #Crise tem feito com que até as grandes empresas encontrem dificuldade de continuarem com seus negócios e a Valisere é mais uma que se você obrigada a ter que cortar gastos.

O setor da Valisere que encerrou as atividades foi a fábrica de lingerie localizada em Mauá, onde ficava o setor de costura. Na última semana a empresa definiu que não tinha mais como manter a produção e viu-se obrigada a demitir dezenas de trabalhadores.

Neste mesmo setor a Valisere já chegou a ter cerca de 400 pessoas contratadas e havia expectativa de contratar novos funcionários, pois a empresa estava com um projeto de expansão, mas a crise foi apertando, as demissões foram sendo feitas, até chegar a este ponto onde foi preciso encerrar de vez a produção.

Publicidade
Publicidade

Aparecida Leite Ferreira, presidente do Sindicato das Costureiras do ABC, lamenta profundamente o ocorrido, mas entende que a situação econômica não está favorável e manter a produção ficou realmente impossível.

A Valisere garantiu que vai efetuar todos os pagamentos dos demitidos em dia e os prazos das rescisões serão cumpridos e que a empresa agora está preocupada com os outros setores, pois há funcionários na confecção, expedição e também na logística, só que quando um setor fecha, todos os outros são prejudicados e as demissões podem ter um efeito "dominó".

Em 1934 a marca francesa chegou ao Brasil e o sucesso foi quase que imediato. A Valisere tornou conhecida principalmente pela qualidade e o design inovador de suas peças. Com um marketing bem feito chegou a todas as regiões do Brasil e tornou-se sinônimo de peça íntima para mulheres de bom gosto e ousadas, justamente em um momento em que as brasileiras estavam cada vez mais donas de si.

Publicidade

Ao longo de todos estes anos a Valisere soube contornar os problemas que as muitas crises trouxeram, mas nunca tinha enfrentando uma situação tão difícil como esta agora.

A Valisere está tentando se adequar à nova realidade econômica do país e novas demissões podem ser feitas, o que deixa os trabalhadores em estado de alerta. #Vagas