Mesmo com a crise econômica que vem reduzindo a oferta de empregos no país, os jovens de 14 a 24 anos receberam uma boa notícia nesta semana. Mais de 7 mil vagas serão abertas em instituições financeiras (bancos) que contratam jovens a partir do programa Jovem Aprendiz. As vagas se tornarão viáveis graças a um acordo Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) e o Ministério do Trabalho e Previdência Social.

As vagas para quem tem entre 14 e 24 anos exigem que os contratados estejam cursando o nível fundamental ou médio e que participem de cursos de qualificação profissional. Os funcionários receberam salários compatíveis com o mercado e os benefícios garantidos na lei, além de uma jornada de seis horas diárias.

Publicidade
Publicidade

Por enquanto as vagas estão disponíveis para os bancos privados que estão cadastrados no programa, já que os bancos públicos (Caixa econômica e Banco do Brasil) necessitam de concurso para a seleção dos jovens.

A seleção para o Banco Itaú pode ser realizada através do site da empresa. Os benefícios informados incluem vale-refeição, vale-transporte, seguro de vida e plano de saúde. O Itaú ainda oferece treinamento com 690 horas teóricas que os novos funcionários possam ter maior conhecimento sobre a área em que irão atuar. No Bradesco o cadastro para as vagas também pode ser realizado no site da instituição e os aprovados receberão os mesmos benefícios.

Jovem Aprendiz

O programa Jovem Aprendiz representa um acordo entre diversas instituições públicas e privadas para incluir os jovens no mercado de trabalho e oferecer ainda oportunidades de qualificação profissional.

Publicidade

Muitos ainda conquistam o primeiro emprego definitivo após a conclusão do período do programa na própria empresa. Participam do Jovem Aprendiz grandes empresas do país, como os Correios, o Banco do Brasil, a TIM, o Senac e o Itaú. Os contratados através do programa recebem pelo menos um salário mínimo, contam com benefícios como vale-refeição e vale-transporte e ainda possuem direito a receber décimo terceiro salário e férias. Em contrapartida, os jovens precisam estar cursando o ensino fundamental ou médio e ter frequência nas aulas. O acordo entre o governo federal e as instituições prevê que 7% das vagas sejam reservadas ao Jovem Aprendiz. Anteriormente, essa reserva era de 5%. A nova abertura de vagas está sendo oferecida justamente após o aumento de 2%. #Empregos