O Instituto de Seguridade Social (INSS) já deu entrada para novo pedido no Ministério do Planejamento. Ainda aguardando sinal verde, o instituto planeja acrescentar mais 7.351 servidores ao quadro. Do total de vagas, cerca de 3.627 serão para nível médio, com salário de R$5.344,87; 2.194 para ensino superior, com salário de R$7.954,09; e 1.530 para perito médico (formação em medicina e salário a R$10.616,14).

De acordo com informações divulgadas pela Folha Dirigida, é possível que o ministério dê a permissão, já que existe um déficit de 3 mil servidores e 3 mil peritos no país. Além disso, cerca de 11 mil aposentadorias do órgão estão previstas para esse ano.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o professor do site de concursos Eu Passo, Gilberto Vasquez, agora já é momento de começar a estudar e, para quem não passou no último, recomeçar os estudos. "O INSS deve manter o mesmo ritmo do último concurso, por isso, é possível se basear no último #Edital para os cargos de técnico e analista. Ele lembra que agora é o momento ideal para acompanhar as mudanças na previdência e recomenda que os candidatos mantenham a leitura diária sobre o tema nos veículos de comunicação. "É importante estar atento, já que muitas mudanças vêm pela frente na reforma da previdência prometida pelo presidente interino", disse.

Petição pede cancelamento de concurso

Uma petição online está pedindo a anulação do último concurso realizado pelo instituto, que selecionou 950 novos funcionários. Até o momento, 4.891 pessoas assinaram o pedido que será levado até ao Ministério Público Federal.

Publicidade

De acordo com o pedido no site Avaaz, houve falta de transparência de fiscais que não teriam mostrado o caderno de provas para os candidatos, para aferição.

Além disso, também alegam que houve divulgação de fotos da prova por candidatos em redes sociais antes do exame e disparidade do horário de aplicação da prova, o que facilitaria o compartilhamento de informações. As provas do concurso foram aplicadas em 19 de maio e os gabaritos oficiais já foram divulgados. #Empregos