As inscrições para o Programa Universidade para Todos estarão abertas a partir do próximo dia 7 de junho. As vagas são ofertadas para o segundo semestre de 2016. O critério para conceder a bolsa de estudos para os candidatos será a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (#ENEM) realizado em 2015.

O candidato que deseja participar do processo seletivo não pode ter tirado zero na redação do ENEM e precisa ter obtido, no mínimo, 450 pontos de média nas notas.

Para concorrer às bolsas integrais, é necessário comprovar renda de um salário mínimo e meio por integrante familiar. Já para as bolsas parciais (50%), a renda familiar deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

Publicidade
Publicidade

É também imprescindível ter estudado em escola pública ou escola particular (como bolsista integral).

O processo seletivo será dividido em duas fases. A primeira chamada se dará no dia 13 de junho e a segunda, duas semanas depois, no dia 27. O resultado poderá ser consultado por meio do endereço eletrônico do Prouni na internet.

Inscrições e matrículas

Para se inscrever, o candidato deverá acessar o endereço eletrônico http://siteprouni.mec.gov.br até às 23h59 do dia 10 de junho, preencher o formulário online e escolher até dois cursos em qualquer ordem de preferência.

É necessário ter em mãos o CPF, além do número de inscrição e senha utilizados no ENEM.

Os estudantes selecionados deverão comparecer à secretaria das instituições de ensino nais quais foram aprovados, portando a documentação que comprove as informações fornecidas no ato da inscrição.

Publicidade

Sobre o Prouni

O Programa Universidade para Todos foi criado durante o governo Luiz Inácio da Silva (Lula), no ano de 2004, com a finalidade de oferecer bolsas de estudos integrais e parciais para cursos de nível superior.

Instituições particulares parceiras do programa têm isenção de tributos. O intuito é que mais universidades participem do programa, possibilitando um acesso maior de estudantes ao ensino superior.

Desde a sua criação, o Prouni já atendeu mais de 1,4 milhões de estudantes, sendo 70% com bolsas integrais.  #Edital #Bolsa Universidade