Uma nova e recente pesquisa realizada pelo site Vagas.com e publicada por Camila Pati da Exame.com, mostra que quem namora com alguém do trabalho já fez isso mais de uma vez. Apesar de muitas empresas não verem com bons olhos o namoro entre colaboradores, quando a paixão chega não há regulamento que resista. Os chefes que tentam controlar o coração dos seus funcionários tem uma tarefa quase impossível.

A pesquisa apresentada pelo Vagas.com entrevistou 3 mil profissionais em todo o Brasil. Apenas pouco mais de 12% confessaram já terem se relacionado com o/a colega de trabalho. Para os responsáveis pela pesquisa o número se mostrou bem abaixo do esperado, já que o receio de comentar o assunto pode ter interferido nos resultados.

Publicidade
Publicidade

Dentre os que toparam comentar o assunto e afirmaram já ter se relacionado com alguém do ambiente de trabalho, 40% se diz reincidente, ou seja, já fizeram e voltam a fazer com frequência. Outro dado que aparece na pesquisa é que mais de 30% dos casos são rápidos, mas 30% dos entrevistados confirmam que namoram com um companheiro de empresa e 29% se casariam com seu par. Grande parte dos encontros amorosos se dão longe do ambiente de trabalho, pois muitas empresas não permitem que isso ocorra, porém pouco mais de 5% admitiu que o primeiro encontro foi dentro do trabalho.

Dilema - o segredo

Um grande dilema que cerca uma relação amorosa que se iniciou no ambiente de trabalho é: contar ou não para as pessoas? - para mais de 40% dos entrevistados a relação não ficou em segredo, pouco mais de 37% afirmou que só as pessoas mais próximas e de confiança é que ficaram sabendo do relacionamento.

Publicidade

Quase 20% das pessoas que participaram da pesquisa preferiram esconder o relacionamento e só contaram para o chefe direto.

Casos entre chefes e subordinados

A pesquisa mostrou que menos de 4% das pessoas namoram seus chefes ou subordinados. Aliás, de acordo com o responsável pela pesquisa, Rafael Urbano do site Vagas.com, o namoro entre chefes e subordinados é o mais temido pelas corporações. Há um receio de que qualidade do trabalho seja afetada e atrapalhe a carreira, porém para mais de 80% das pessoas isso não acontece e quase 10% acreditam que namorar alguém da empresa é muito bom para a carreira, a mesma quantidade de pessoas que não pretendem repetir o ‘erro’ de namorar alguém da empresa por acreditarem que seja extremamente prejudicial.

Conheça Vagas pelo Mundo

Universidade de Montreal tem oportunidades de trabalho. Clique aqui e saiba como se candidatar.

Panasonic está contratando em todo o mundo. Clique aqui e submeta sua candidatura.

Vagas na Itália para fluentes em português. Clique aqui e conheça as oportunidades. #Emprego pelo Mundo