Uma #entrevista de emprego é uma etapa bastante importante em nossas vidas. O candidato já se considera um vitorioso por ver seu currículo (ou portfólio) despertando a atenção da empresa ou até mesmo passando com êxito por algumas etapas no processo seletivo. Contudo, a apresentação é fundamental para fechar com chave de ouro esse período de testes.

Uma boa postura e forma de se expressar podem garantir o sucesso. Alguns fatores são importantes para o candidato se dar bem diante do recrutador e uma delas é a memória. É importante separar de cinco a dez situações e avaliar o papel que você desempenhou em cada uma das empresas que trabalhou.

Publicidade
Publicidade

Caso nunca tenha trabalhado, nem mesmo voluntariamente, é interessante destacar situações na vida escolar ou mesmo com a família, por exemplo. 

Outro fator importante é mostrar conhecimento sobre a empresa. É fundamental, pois o recrutador saberá que você pesquisou e procurou saber sobre o meio desejado, além de mostrar interesse pela vaga em questão. Isso também engloba a forma de se vestir, dentro dos conformes condizentes da imagem e cultura da companhia. Trajes extravagantes com cores chamativas podem muito bem ser substituídos por outros com cores neutras, de preferência cinza ou bege. Vá de uma maneira que se sinta confortável, mas não apele para o exagero.

Mentiras são totalmente descartáveis e o recrutador é uma pessoa treinada para perceber esses deslizes, portanto não é nada aconselhável fazer isso.

Publicidade

Mostre-se confiante, com postura ereta e olhar fixo ao recrutador. Não gesticule demais, pois isso demonstra ansiedade e nervosismo, mas também não se deve ficar parado, figurativamente falando “engessado” ou até de braços cruzados. A postura diz muito sobre você.

Algo que nem deveria ser citado é a questão da pontualidade. Chegar atrasado em uma entrevista de emprego demonstra total falta de comprometimento. O mesmo se aplica se o candidato conseguir o emprego, mas nesse caso também é válido acrescentar que chegar com muita antecedência nem sempre é visto com bons olhos, pois demonstra ansiedade e afobação.

Diante da entrevista, é comum perguntas sem muito nexo apenas para testar o candidato, como por exemplo responder quanto pesa um determinado animal ou o qual produto vale mais, tanto em valor quanto em peso. O candidato, nessa fase, deve responder o que acha sem se preocupar com a resposta certa, pois muitas vezes até o próprio recrutador desconhece tal resposta. Sendo autêntico e criativo, o candidato excederá expectativas.

Publicidade

Exemplo de situação: 

Pergunta: - Quantos outdoors você encontrou de sua casa para cá?

Resposta: - Olha, não tenho um número exato, mas desta empresa encontrei uns dois ou três.

Ainda abordando o dito anteriormente, o candidato também pode fazer perguntas pertinentes para o recrutador, demonstrando o interesse sobre a empresa pelo qual tanto almeja.

Nada de mascar chicletes durante a entrevista, isso chega a soar até grosseiro, como se fizesse pouco caso da empresa e dos possíveis futuros colegas de trabalho.

Seja verdadeiro, seja você mesmo e mantenha a calma seguindo tudo o que foi abordado nesse artigo. Não enxergue a empresa como uma escola e sim como uma entidade em busca de lucro que contrata pessoas para lucrar, não para formar empregados que um dia vão embora, possivelmente trabalhar na concorrência. Assim, suas chances de ser empregado serão altas. #Empregos