Uma lista de erros foi formulada pelo site de notícias americano "Business Insider", fundado por Kevin P. Ryan, ex-CEO da "Doubleclick", hoje parceira forte do Google em publicidade  

Segundo a "Busines Insider", profissionais com idades entre 20 e 25 anos, que "estreiam" no mercado de trabalho, cometem esses erros primários, levando-os, muitas vezes, a pagar caro.

Veja a lista que compilamos, dos sete erros mais cometidos por profissionais em início de careira.

 1 - Minha idade é um obstáculo

 Segundo o Business Insider, o primeiro erro é pensar que a sua idade é um obstáculo para seu crescimento e ascensão numa empresa.

Publicidade
Publicidade

Apesar de já ser diplomado e ter enfrentado a concorrência para entrar no mercado, alguns profissionais ainda não se consideram prontos.

Acreditando erroneamente, que não tem idade ainda, para galgar novos patamares, se sentindo inseguros.

De acordo com especialistas, o fato de ter menos de 25 anos, por exemplo, não conta em nada, ao contrário, é idade ideal para começar a desenhar o seu próprio futuro. Idade bastante para começar a traçar objetivos, definir metas e fazer #Carreira

 2 - Não definir metas e objetivos

Não definir seus objetivos, não traçar metas pessoais e profissionais, podem deixar você “à deriva” na empresa.

Apenas deixar acontecer e não ter iniciativa, fazem de você somente mais um número numa corporação, seu objetivos devem ser definidos dentro do seu ambiente de trabalho.

Publicidade

Mesmo que seu primeiro trabalho não tenha gerado grandes expectativas, tanto de crescimento, quanto de se firmar na companhia. 

3 - Não manter uma rede de contatos

Tão importante quanto aumentar, é manter uma boa rede de contatos, seja ela vinda da época da faculdade ou de redes sociais, por exemplo.

Novas oportunidades, ofertas de melhores #Empregos, podem surgir a partir delas, mantenha os contatos com seus colegas de profissão atualizados. 

4 - Ser exagerado 

Assim como numa receita, tudo deve ser na medida certa.

Excesso de competitividade, ou a falta dela é um erro comum e pode fazer você ser visto, como um amador e principiante.

Encontre a medida certa, para não ser taxado como um "palpiteiro" ou em outro extremo, com um “mosca morta”. 

5 - Ser egocêntrico 

"Meu talento precisa ser reconhecido", esqueça!

É quase o mesmo que dizer, "o que a empresa pode fazer por mim, de acordo com meu talento", isso é ser egocêntrico. Pense no que você pode fazer de especial pela entidade que o contratou.

Publicidade

Nenhuma empresa contrata, pensando em formas de melhorar sua vida, gestores de RH contratam profissionais, baseados no que eles (os contratados) podem fazer para melhorar seus negócios.

6 - Desistir muito cedo

Se você está fazendo tudo certo, querer desistir por achar que seu esforço não esta sendo reconhecido após demonstrar suas habilidades.

Antes de desistir, pense que consequências desta atitude podem repercutir por um bom tempo em sua vida profissional.

Nos mais jovens, nas primeiras dificuldades, o primeiro pensamento é o de desistir. Nunca desista, aprenda a discernir e tirar proveito dos desafios.

7 - Confundir desafios com questões pessoais

Surgindo as dificuldades, trate-as como desafios no âmbito do trabalho, nunca como uma questão pessoal.

Nunca tome decisões sem analisar, sem refletir, que lhe foi dada uma oportunidade, de apresentar soluções para contornar problemas. #recursos humanos