O Ministério da Saúde anunciou, no início desta semana, a abertura de um #CONCURSO público para a contratação de 102 profissionais de nível superior para atuação em distritos sanitários especiais indígenas subordinados à Secretaria Especial de #saúde indígena.

As oportunidades são para Administrador (34 vagas), Analista Técnico de Políticas Sociais (34) e Contador, para jornadas de 40 horas semanais e salários que variam entre R$ 4.784,27 e R$ 5.744,88, mais auxílio-alimentação no valor de R$ 458,00.

Como o concurso é específico para atuação em territórios indígenas, as vagas estão distribuídas em municípios que fazem atendimento a esse tipo de público - a maior deles nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

Publicidade
Publicidade

De acordo com a Secretaria de Saúde, há vagas para Altamira (PA), Atalaia do Norte (AM), Barra das Garças (MT), Belém (PA), Boa Vista (RR), Cacoal (RO),Campo Grande (MS), Canamara (MT), Colider (MT), Cuiabá (MT), Curitiba (PR), Cruzeiro do Sul (AC), Fortaleza (CE), Florianópolis (SC), Governador Valadares (MG), Itaituba (PA), João Pessoa (PB), Lábrea (AM), Macapá (AP), Maceió (AL), Manaus (AM), Palmas (TO).Parintins (AM), Porto Velho (RO), Recife (PE), Redenção (PA), Rio Branco (AC), Salvador (BA), São Gabriel da Cachoeira (AM), São Félix do Araguaia (MT), São Luiz (MA), Tabatinga (AM), Tefé (AM).

Certame

Segundo informações do portal PCI Concursos, a responsável pela realização do certame é o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan).

As inscrições devem ser feitas no período de 5 de dezembro de 2016 a 5 de janeiro de 2017, com taxa unificada de R$ 67,00,mediante pagamento de GRU.

Publicidade

O certame será composto por provas objetivas de múltipla escolha e discursivas, de caráter eliminatório e classificatório. Haverá avaliação de títulos apenas para o cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais.

A validade do concurso será de um ano, a partir da data de homologação do resultado final. Há possibilidade de prorrogação do prazo de validade por mais um ano. #sistema de saúde