Percebe-se claramente que o mercado offshore, sobretudo o setor de petróleo e gás, começou a se flexibilizar e ganhar um pouco mais de segurança. Isso faz com que os investidores aos poucos comecem a injetar capital, que por sua vez, inclina as pequenas empreiteiras a contratarem também.

A Petrobras confirmou essa semana que as obras do COMPERJ gerarão 23 mil vagas, levantando a moral do povo carioca e reacendendo a chama da esperança para quem vive desse setor. Mas como apenas as empresas estrangeiras foram convocadas para essa licitação, temos que esperar pelo menos 5 meses até sabermos quem assumirá a obra.

Uma empresa de médio porte está contratando diversos profissionais offshore para atuar em manutenção de plataformas ancoradas atrás das ilhas na região de Macaé/RJ.

Publicidade
Publicidade

Os funcionários podem ser de qualquer região do Brasil, desde que obedeçam criteriosamente às atribuições do cargo, pois a requisitante do contrato (Petrobras) é muito exigente e não há nada que a empresa possa fazer para chamar se o profissional estiver fora dos requisitos da vaga.

Lembrando que todos, sem exceção, devem possuir o Curso Básico de Segurança em Plataforma (CBSP) e o treinamento de Escape de Aeronave Submersa (HEUT) em dia, que são extremamente essenciais para quem trabalha no mar. Aqueles sem as qualificações especificadas não devem participar das entrevistas. Por fim, é mandatório se tenha pelo menos 3 anos de experiência. A seguir, fiquem atentos aos cargos disponíveis e as NRs inerentes aos mesmos.

  1. Caldeireiro e soldador, é necessário as NRs 25/33/35/34.
  2. Eletricista de força e controle e instrumentador, deve-se possuir as NRs 33/35/34 e acrescenta-se a de número 10.
  3. Instrumentista, montador de andaimes, pintores industriais e supervisores, é necessário também as normas regulamentadoras 10/33/35/34.

Vale dizer que para cada uma dessas vagas, estão disponíveis também cargos para quem tem o curso de IRATA, já que será necessário escalar a sonda para fazer uma gama de manutenções.

Publicidade

Interessados, enviar currículo para pro.recruta.2017@gmail.com #Economia