Na última sexta-feira (6), a Polícia Científica do Estado do Paraná lançou o edital para concurso público com provimento de 54 vagas para o Quadro Próprio dos Peritos Oficiais do Estado do Paraná – QPPO.

Dentre as vagas, 4 delas podem ser ocupadas pelos profissionais biomédicos. O cargo a ser preenchido é de #Perito Oficial e dentre as funções estão:

  • Perito Criminal – Área 2 (2 vagas)

Para inscrição nessa função é necessária graduação de nível superior em Farmácia, #biomedicina, Química ou Engenharia Química e Carteira Nacional de Habilitação tipo B.

  • Químico Legal (1 vaga)

Para inscrição nessa função é necessária graduação em Biomedicina ou Farmácia e Carteira Nacional de Habilitação tipo B.

Publicidade
Publicidade

  • Toxicologista (1 vaga)

Para inscrição nessa função é necessária graduação em Biomedicina ou Farmácia e Carteira Nacional de Habilitação tipo B.

As etapas do #CONCURSO se dividem em provas objetiva e discursiva, avaliação de títulos e avaliação psicológica.

A remuneração para as funções citadas acima é de R$ 9.264,57, com carga horária de 40 horas semanais.

A taxa de inscrição é de R$140,00 e pode ser realiza do dia 17 de janeiro ao dia 23 de fevereiro de 2017 pelo site www.ibfc.org.br

O Biomédico como Perito Criminal:

A perícia criminal é uma atividade prevista no Código de Processo Penal, indispensável para possível resolução de crimes quando houver vestígios.

A perícia criminal é baseada nas seguintes ciências forenses: química, biologia, geologia, engenharia, física, medicina, toxicologia, odontologia, documentoscopia, entre outras.

Publicidade

Para o interesse Biomédico, destacamos a toxicologia e química forense.

O Biomédico pode atuar na identificação genética do material biológico encontrado na cena de um crime, seja ele sangue, sêmen, saliva, etc... Atua também em laboratório, em sua maioria, realizando exames no material solicitado, a fim de identificar as substâncias presentes, sua quantidade, princípio ativo, além da prerrogativa legal, que tange à parte técnica, ou seja, à licitude da substância.