Hoje em dia ser um bom profissional já não é o suficiente. Para crescer na carreira a pessoa vai precisar (e muito) entender como fazer seu #Networking. O nome pode ser um pouco estranho e até assustador, entretanto, no final das contas não é nenhum bicho de outro mundo.

Veja abaixo cinco dicas recomendadas por coachs para você ativar seu networking:

Busque os contatos que já passaram por sua vida

Um bom início para começar a trabalhar o networking é ir atrás de contatos importantes que já passaram pela sua vida, e olha que não importa quando isso foi. Retomar a conversa com um antigo amigo, buscar conhecer mais a fundo as pessoas que trabalham na mesma área (e em outras) e até amigos de escola ou ex-chefes, tudo é válido.

Publicidade
Publicidade

Leve em consideração que hoje em dia é fácil encontrar pessoas com tantas redes sociais disponíveis. Use – as para isso.

Encontros pessoais

É interessante destacar que o networking também deve ser feito fora das mídias sociais. Se encontrar um antigo colega em algum lugar como um restaurante, por exemplo, não se intimide, vá até ele para que ele possa se lembrar de você. Nestes casos, uma dica bem simples torna tudo mais prático: Seja gentil e observador para analisar se sua atitude não está atrapalhando ninguém de alguma forma. Se sentir o menor sinal de constrangimento peça desculpas e se retire para não transformar a situação em algo negativo.

Tem que existir interesse das duas partes

Mesmo que seja para o lado profissional se não existir um interesse tanto de um quanto de outro, o relacionamento não irá render bons frutos e corre o risco de se tornar muito desagradável.

Publicidade

Sendo assim, não é interessante insistir em “conexões” que não “andam” onde não há um interesse genuíno de uma das partes. E o mesmo vale para você, se não estiver interessado na relação parta logo para outra.

Fale sobre o #Mercado de Trabalho

Ao retomar o contato com um antigo amigo ou colega de trabalho e ficar sabendo que atualmente ele está trabalhando em uma área ou empresa que seja de seu interesse não há nenhum problema em pedir informações, da até para perguntar se ele pode dar dicas ou até indicar seu nome para alguma vaga. Mas deixe claro que não está forçando a barra. Ou seja, se a pessoa não puder ajudar mostre que entende a situação.

Cuide de suas redes sociais

Se você usa suas redes sociais de maneira desmedida é bom ter cuidado. Hoje em dia elas são uma boa fonte de pesquisas para empresas que querem se inteirar sobre o profissional. Então cuidado com o que posta. Um exemplo: se gosta de academia não posto apenas coisas sobre isso. Não que seja ruim, mas imagina alguém que irá buscar informações na sua rede social e encontrar nada além de fotos na frente do espelho! Entranho, não é? #Profissionais