Os programas de incentivo para bolsistas são uma excelente alternativa para quem não está em condições financeiras de arcar com as despesas de um intercâmbio no exterior. Há cada vez mais procura por universidades que mantenham algum convênio para esse fim de estudo e pesquisa por meio da interação com instituições de outros países.

As bolsas de intercâmbio, como as que promovem e incentivam a mobilidade de alunos de universidades estrangeiras, são um exemplo dessa modalidade. O Programa de Bolsas Ibero-Americanas do Santander e quase 130 universidades brasileiras estão com inscrições abertas para esse estilo de bolsa estudantil.

Publicidade
Publicidade

Com inscrever-se

Para se candidatar ao processo seletivo do Programa de Bolsas Ibero-Americanas 2017, o estudante deve preencher alguns requisitos apontados a seguir:

  • Conferir se a universidade que está matriculado está presente na lista de parcerias do programa (ver no final do artigo);
  • Preencher um formulário online no aplicativo disponibilizado pelo Santander Universitário;
  • É recomendado preparar carta de interesse e manter documentos para uma futura solicitação de informações sobre a vida acadêmica do candidato a ser formalizada pelo processo de seleção de cada universidade participante;
  • Leia o edital completo de sua instituição sobre o programa de #Bolsas de estudo;
  • Realizar as inscrições até o dia 9 de julho de 2017 às 23h59 (hora de Brasília);
  • Ter disponibilidade de viajar no período de aproximadamente um ano, a iniciar no mês de agosto deste ano.

Sobre o programa

O Programa de Bolsas Ibero-Americanas é uma iniciativa que já é uma realidade há mais de seis anos e que incentiva a promoção de intercâmbios acadêmicos anuais para alunos de graduação de universidades em diversos países pelo mundo, como Argentina, Brasil, Colômbia, Chile, Espanha, Porto Rico, Portugal e Uruguai.

Publicidade

Nesta 7ª edição, o programa deve contemplar estudantes brasileiros de 127 instituições de Ensino Superior com mais de 750 bolsas de estudo no exterior.

O valor das bolsas de estudo chega a 3 mil euros (R$ 10 mil) por estudante, incluindo despesas relativas ao período de estudos fora do país, como hospedagem, alimentação, transporte e material conforme acordo firmado entre a universidade local e do destino internacional.

Importante: Para saber se sua universidade está entre as participantes conveniadas, acesse o site o oficial do programa por meio deste link - https://goo.gl/H1HrD8 (copie e cole em seu navegador). #portugal #Estudar no exterior