A chamada "Aliança para a Juventude" em #portugal e na #Europa é um grupo de 18 empresas que vai oferecer aos cidadãos mais de 68 mil vagas de trabalho e formação até o ano de 2020. O programa já existe há mais de um ano e só no primeiro ano já foram preenchidas mais de 50 mil vagas, um número que alegra muito a população que está buscando uma vaga no mercado de trabalho.

No total são mais de 200 empresas, como a Nestlé por exemplo - que iniciou o projeto em 2014 - que lutam para atingir a média de 100 mil vagas preenchidas até o final deste ano.

“Após um ano de atividade, podemos referir que a “Aliança para a Juventude” criou uma nova dinâmica” refere Luis Cantarell, vice-presidente Executivo da Nestlé.

Publicidade
Publicidade

“Mais de 60% dos parceiros de negócio melhoraram as suas práticas de recrutamento de jovens e a sua empregabilidade, desde que se envolveram nesta iniciativa.”

Destas mais de 200 empresas, um grupo de apenas 18 empresas já têm o objetivo de entre elas, ajudar mais de 68 mil pessoas a conseguir uma vaga no mercado de trabalho até 2020. É uma estimativa alta, mas estas empresas garantem que estão dando seu melhor para que a meta seja cumprida.

As vagas não são apenas para Portugal, mas para toda a Europa, até porque há diversas empresas multinacionais neste grupo que forma a "Aliança para a Juventude" e que possuem filiais e franquias por diversos países da Europa. Desta forma será possível ajudar diversas nações a se desenvolverem e lutarem contra o alto índice de desemprego, com mais de 4,8 milhões de desempregados com menos de 25 anos atualmente.

Publicidade

Como há muitos jovens nesta situação, o projeto visa auxiliá-los com estudo, estágios e todo o caminho até que consigam ser finalmente contratados por empresas de qualidade e que eles já estejam experientes e completamente capazes de trilhar um longo caminho por estas empresas e consequentemente conseguir os melhores cargos e um alto índice de crescimento nestas empresas.

Há vagas em todos os setores e tipos de empresas, e entre as mais conhecidas temos a Chep, Cargill, Adecco, DS Smith, Google, Facebook, Firmenich, White & Case, Nestlé, Nielsen, Twitter, entre outras centenas.

Para participar das seleções e ter chances de ser colocado no mercado de trabalho Europeu é necessário enviar seu currículo para as empresas participantes e em alguns casos precisa preencher formulários nos próprios sites das empresas.

Para encontrar mais informações sobre o projeto e as empresas participantes, basta acessar o site do projeto que possui o nome original em inglês "All 4 youth".

Boa sorte na sua busca e inserção no mercado de trabalho e lembre-se de compartilhar estas informações com seus amigos que possam estar buscando emprego na Europa também. #Emprego pelo Mundo