Publicidade
Publicidade

Para os “concurseiros de plantão” ou mesmo para as pessoas que querem conquistar o seu lugar no mercado de trabalho num país em profunda crise econômica, como é o caso do Brasil, as notícias relativas à abertura de novas vagas de empregos vem do TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região. [VIDEO]

A título de esclarecimento a 1ª Região engloba os Estados do Piauí, Bahia, Pará, Roraima, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso, Goiás, Amapá, Tocantins, Amazonas, Rondônia, Acre, Maranhão, Bahia, sem se esquecer o DF (Distrito Federal).

O TRF finalmente iniciou o processo de recrutamento e seleção, visando o preenchimento de 20 #Vagas, processo esse que está sendo conduzido pelo Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos).

Publicidade

O Centro Brasileiro além de querer concluir as 20 vagas com os candidatos devidamente aprovados, ainda tem em mente consolidar um cadastro de reserva concernente ao quadro de colaboradores da Justiça Federal com nível de escolaridade de 1º e 2º graus. [VIDEO]

Cargos X Escolaridade X Salários

As chances de trabalho são divididas para os seguintes cargos que exigem candidatos de nível superior

  • Analista Judiciário nas áreas Administrativa, Judiciária, Informática, Taquigrafia e Oficial de Justiça Avaliador Federal.

Cargos que requerem indivíduos com ensino médio finalizado

  • Técnico Judiciário, que abrange as áreas Administrativa, Taquigrafia e Segurança e Transporte.

Vale frisar que os salários mensais oscilam de R$ 6.376,41 a R$ 10.461,90, cujas jornadas semanais compreendem 40 horas.

O prazo para que as pessoas interessadas façam as inscrições começa em 13 de setembro, quarta-feira e se entende até o dia 3 de outubro, terça-feira, deste ano, através do portal virtual do próprio Cebraspe.

Publicidade

A taxa de inscrição irá variar de acordo com o cargo pretendido, a saber, R$ 86,00 para Analista Judiciário e R$ 75,00 para Técnico Judiciário.

A medição do conhecimento das pessoas que se submeterão a seleção será feita por provas de caráter objetivo, e também avaliações discursivas; prova em nível prático de acompanhamento taquigráfico e por fim, a avaliação de aptidão física (segundo o cargo escolhido no momento da inscrição do requerente).

O inteiro conjunto das provas descritas acima, inclusive para os cotistas da raça negra, bem como, a perícia médica dos inscritos que declararam serem portadores de deficiência, serão realizados nas cidades discriminadas a seguir: Teresina, Belém, Belo Horizonte, São Luís, Boa Vista, Brasília, Manaus, Cuiabá, Goiânia, Macapá, Palmas, Rio Branco, Porto Velho e Salvador.

Agenda das provas objetivas, discursivas e perícia médica

A agenda oficial prevê a realização das baterias de provas objetivas e discursivas para a data de 26 de novembro de 2017, [VIDEO] domingo, sendo subdivididas em turnos que terão durações distintas.

Publicidade

É importante ficar ciente de que a liberação dos gabaritos oficiais será disponibilizada dois dias após a aplicação da avaliação.

O tempo de validade do certame é de dois anos, a partir do ponto em que for publicado o resultado final homologado pelo Cebraspe, sendo renovado pelo período de mais 2 anos.

De acordo com as opiniões dos especialistas em concursos de modo geral, todo e qualquer candidato que julgar reunir os pré-requisitos necessários ao processo seletivo oferecido pelo TRF, reunirá mais chances de ser aprovado neste pleito, desde que ele se antecipe e comece os estudos intensivos já agora.

Esses mesmos profissionais entendidos em concursos chegam ao ponto de afirmar que as pessoas que encaram de frente a prioridade de estudar com afinco na frente de outras, possuem 50% mais oportunidades de serem aprovadas com louvor no edital 2017 do TRF.

O grande segredo para isso é que os candidatos inscritos no certame, possam estudar em apostilas, avaliações de anos passados, e também que façam exercícios, visando treinar suas habilidades. #notícias quentes