O Largo da Batata, localizado ao lado da estação Faria Lima do metrô (Linha 4 - Amarela), vem se firmando cada vez mais como um espaço cultural na cidade, com eventos, shows, feiras e até exibição de filmes ao ar livre. E agora o Largo da Batata abre espaço para delícias gastronômicas, música e artesanato da América Latina.

A "La Feria Latina" acontecerá próximo sábado, dia 13 de dezembro, do meio dia às 20h e a entrada é gratuita. O Largo da Batata se localiza na Avenida Faria Lima, do bairro de Pinheiros, a poucos metros do Mercado Municipal de São Paulo. A iniciativa da feira foi da comunidade latina da cidade, com destaque para o peruano Ives Berger, diretor do Festival Soy Latino, além de ter apoio da sub-prefeitura de Pinheiros.

Publicidade
Publicidade

Vale visitar a feira e descobrir novos sabores, degustar pratos conhecidos, comprar produtos de artesanato para decorar a casa ou presentear amigos e ficar com nostalgia da viagem a um país da América Latina. Entre os destaques da feira, está o primeiro food truck de comida cubana no país, o Cubanito Caribean Food, criado pelo chef Oscarito.

Representantes de restaurantes famosos, como o La Mexicana e Colombianos de Sabores de mi Tierra, também estarão presentes. As paletas mexicanas, que estão fazendo o maior sucesso em São Paulo, também terão espaço garantido com a La Catrina. Entre as paletas mais famosas do mexicano Edgar, estão os sabores de margarita e de tequila. Mas quem adora as mais famosas paletas de frutas com leite condensado pode ficar tranquilo, que elas também serão servidas!

E uma festa latina não está completa sem as contagiantes músicas da região.

Publicidade

Então a feira também terá DJs, com destaque para o boliviano Pancho, trazendo cumbia, salsa, reggaeton e merengue e Flávia Durante, do Brasil e amante de música latina - ela já viajou por todo o continente pesquisando o gênero, para conhecer melhor os ritmos. Os DJs Tide e Bruno Gadelha também vão complementar a festa.

A "La Feria Latina" será um dia perfeito para degustar a culinária latina, dançar e apreciar o artesanato da região, além de ser uma boa oportunidade para abrir os horizontes de quem não conhece muito sobre essa cultura.