A Embrapa Agroenergia está com oito vagas para estudantes de pós-graduação e/ou graduação que atuarão em projetos de pesquisa da instituição. A área de #Trabalho é com biomassa lignocelulósica visando a obtenção de açúcares que serão empregados na produção de biocombustíveis.

A pesquisa liderada liderado pelo professor Argimiro Resende Secchi recebe o nome de "Estudo de uso integral de biomassa lignocelulósica: pré-tratamentos, processos enzimáticos e termoquímicos" e oferece uma bolsa de mestrado no valor de R$ 1.500,00.

Há também a "Estratégias genômicas e utilização de novas rotas tecnológicas para valoração de coprodutos no desenvolvimento do setor de dendê (Elaeis spp.) no Brasil - DendePalm" e um terceira com o nome de "Produção de gás combustível e pellets aditivados com lignina a partir de biomassa florestal" que também oferecem bolsa da Capes ou do CNPq aos estudantes de biologia e engenharia química.

Publicidade
Publicidade

Diversos outros projetos também estão selecionando estudante e o máximo pago pelas bolsas é de R$ 4.100,00.

Quem quiser concorrer à maior bolsa, de R$ 4.100,00, trabalhará com a pesquisa "Modelagem matemática dos processos autohidrólise e organosolv aplicados como pré-tratamento de biomassa lignocelulósica". Para isso, além de ser engenheiro químico, precisa ter doutorado na área.

As atividades são desenvolvidas na Universidade de Brasília (UnB) e na Embrapa Agrenergia, ambas em Brasília/DF. Há apenas uma das vagas para COPPE/UFRJ, no Rio de Janeiro/RJ, nesse caso para bolsista de pós-doutorado. A duração varia de acordo com o projeto de pesquisa e pode ser de 1 a até 3 anos de trabalho como bolsista. A formação e a experiência necessária também se alteram de acordo com a seleção.

Publicidade

As inscrições já estão abertas e seguem apenas até o dia 20 de janeiro de 2015. Os interessados podem se inscrever através do email informado no edital, que está disponível no site da UnB, no setor de pós-graduação/stricto sensu. Lá, é possível ter mais informações sobre as vagas e requisitos.



#Educação