"Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância" é o grande vencedor da 87ª edição do Oscar, maior premiação do #Cinema americano. O filme levou o prêmio principal da noite, o de Melhor Filme, em cerimônia realizada nesse domingo, 22, na cidade de Los Angeles. Além disso, o longa arrebatou outras três estatuetas: Melhor Diretor e Roteiro Original, para o mexicano Alejandro González Iñarritu, e Melhor Fotografia, para Emmanuel Lubezki.

O filme "O Grande Hotel Budapeste", dirigido por Wes Anderson, também levou quatro estatuetas: Melhor Figurino, Melhor Maquiagem e Penteado, Melhor Design de Produção (antigo prêmio de Direção de Arte) e Melhor Trilha Sonora. Tanto "O Grande Hotel Budapeste" quanto "Birdman" foram os filmes com mais indicações, nove cada, e acabaram sendo os mais premiados, ambos com quatro estatuetas, porém, com maior destaque para o segundo, que levou prêmios mais cobiçados.

A grande surpresa da noite foi o filme "Whiplash: Em Busca da Perfeição", dirigido por Damien Chazelle. O longa, que não despertou a atenção da maior parte dos apostadores, conquistou três estatuetas: Melhor Ator Coadjuvante, para J.K. Simmons, Melhor Mixagem de Som e Melhor Montagem.

Quem levou o prêmio de Melhor Ator foi o jovem Eddie Redmayne, que viveu o cientista Stephen Hawking em "A Teoria de Tudo". Em sua primeira indicação, o ator venceu merecidamente por sua impressionante atuação, desbancando o veterano Michael Keaton, que também atuou de forma monumental em "Birdman".

A atriz Julianne Moore, enfim, levou o primeiro Oscar da sua carreira pela brilhante interpretação em "Para Sempre Alice". Essa foi a quinta indicação da atriz, que já merecia uma estatueta há tempos. No longa, Julianne dá vida a uma renomada professora de linguística diagnosticada com Alzheimer. Por sua incrível atuação, a atriz já havia levado também o prêmio no Globo de Ouro.

A grande decepção da noite foi o filme "Boyhood: Da Infância a Juventude", dirigido por Richard Linklater. O longa, que foi o maior vencedor do Globo de Ouro, foi indicado a seis estatuetas e acabou levando apenas um, para Patricia Arquette, que venceu na categoria Melhor Atriz Coadjuvante.

Já a decepção para os brasileiros, ficou por conta do documentário "O Sal da Terra", sobre o fotografo Sebastião Salgado, dirigido por seu filho, Juliano Salgado, em parceria com o renomado diretor alemão, Wim Wenders. O Oscar acabou ficando com "CitizenFour", dirigido por Laura Poitras, que conta a história do esquema de espionagem da NASA, denunciado por Edward Snowden.

Confira os outros prêmios da noite:

Melhor Filme em Línga Estrangeira: "Ida" (Polônia)

Melhor Curta: "The Phone Call"

Melhor Documentário em Curta: "Crisis Hotline: Veterans Press 1"

Melhor Edição de Som: "Sniper Americano" 

Melhor Efeitos Visuais: "Interestelar"

Melhor Curta de Animação: "Feast"

Melhor Animação: "Operação Big Hero"

Melhor Canção: "Glory" ("Selma")

Melhor Roteiro Adaptado: "O Jogo da Imitação"  #Entretenimento