O termo indie vem de "independente" e passou a ser utilizado para definir bandas de rock alternativo, que surgiram nos Estados Unidos e no Reino Unido, a partir dos anos 2000. No entanto, quem pensa que os primeiros "indies" foram Strokes, White Stripes ou Franz Ferdnand está enganado. Bandas independentes, sujas e com guitarras distorcidas vieram ao mundo roqueiro bem antes dos indies atuais. Segue lista com pelo menos um representante "indie" das cinco primeiras décadas do rock.

5 - Buddy Holly & The Crickets

Durante o final dos anos 50, era difícil ligar a TV e não se deparar com Elvis Presley, Jerry Lee Lewis, ou Johnny Cash.

Publicidade
Publicidade

Do outro lado, estavam os roqueiros negros: Chuck Barry, Little Richards e Bo Diddley, que também já haviam conquistado espaço nas telinhas. A margem dessa disputa, em 1957, surgiu um garoto de talento, que aos poucos foi ganhando espaço com estilo próprio. Era Buddy Holly, e sua banda, The Crickets, que revolucionou a primeira década do rock com uma sonoridade mais sofisticada e cerebral, em comparação ao rockabilly da época.

4 - The Velvet Underground

Talvez essa seja a banda independente que mais influenciou outras bandas independentes em toda a história do rock. The Velvet Underground foi formada em 1964, com o intuito de permanecer independente e experimental. Por conta disso, passou bem longe dos holofotes da mídia. No entanto, teve seu reconhecimento legitimado décadas seguintes, sendo considerado hoje como uma das bandas de rock mais influentes em todos os tempos.

Publicidade

Um ponto forte do grupo era a parceria frutífera com o artista pop Andy Warhol, que além de estampar suas obras nas capas de discos da banda, também injetava grana para ajudar a manter o grupo.

3 - Television

Muito antes de Julian Casablancas aparecer com seu cabelo escorrido na cara, Tom Verlaine já usava o mesmo penteado cult nos clubes de Nova York. Isso por volta de 1974, quando formou o Television, e inaugurou o lendário CBGB, espaço que lançou nomes como: Talking Heads, Patti Smith, Ramones e Blondie, todos fortemente influenciados pela banda de Verlaine. O clássico álbum "Marquee Moon", de 1977, é considerado um dos maiores da história do rock, com distorcidos solos de guitarra, ouvidos e assimilados pela maioria dos indies atuais. A banda passou feito meteoro pelo mundo do rock, mas com tempo suficiente para deixar marcas inapagáveis.

2 - The Smiths

Depois do boom do punk, vieram os anos 80, e uma onda pop se instaurava no mundo. Era preciso recuperar a simplicidade originária do rock, sem muito glamour.

Publicidade

Quem assumiu a missão foi a maior banda de rock alternativo de todos os tempos: The Smiths. Liderados pelo polêmico e genial Morrissey, a banda de Manchester, formada em 1982, logo se destacou por suas letras fortes e críticas, e por seu ritmo diversificado, ora meio "alegre" como o rockabilly, ora meio "triste", feito o som dos góticos. Seus principais álbuns, "Meat Is Muder" e "The Queen Is Dead", eram como bíblias do rock alternativo nos anos 80.

1 - Belle & Sebastian

Os escoceses do Belle & Sebastian surgiram nos anos 90, sem figurar entre as bandas mais "badaladas" da década. Enquanto a mídia dava atenção a outros britânicos, como Blur, Oasis e Radiohead, a banda de Glasgow seguia seu caminho alternativo, com toda liberdade para criações inovadoras e de um vanguardismo pouco comum entre os grupos da sua geração. A sonoridade suave e sensível de álbuns fabulosos como "Tigermilk" e "If You're Feeling Sinister", logo se destacou perante a discografia suja e barulhenta daqueles anos grunges. #Entretenimento #Música