Madonna sempre falou abertamente sobre relações íntimas. Diversas de suas músicas falam sobre o assunto. Literalmente. Então, o que será que a rainha do pop pensa sobre a "nova bíblia" sobre o tema, 50 Tons de Cinza? Bom, a cantora acha que o livro e sua história são um pouco irrealistas. Mas não porque Christian Grey é ridiculamente rico, bem sucedido e ainda arranja bastante tempo para perseguir uma mulher. Ou porque o subconsciente de Ana está sempre falando coisas diretamente para ela. Ou porque todo mundo só fala sobre isso nos últimos dias em qualquer lugar, no mundo inteiro.

Não é nada disso. Segundo Madonna, 50 Tons de Cinza é irrealista porque Christian Grey é um pouco...

Publicidade
Publicidade

generoso demais. E ela não está se referindo ao seu dinheiro. Madonna considera o livro irreal por causa das ações que Christian Grey pratica com Anastasia Steele entre quatro paredes. 

Madonna disse que já leu o livro e o classificou como pulp fiction (subliteratura). Disse que o livro "não é muito sexy, mas talvez seja para alguém que nunca teve relações íntimas antes". Também afirmou que ficou aguardando por algo emocionante ou louco na história e no Quarto Vermelho, mas nada disso aconteceu.

Na entrevista, Madonna também falou sobre o seu novo CD Rebel Heart, que terá participação especial de grandes nomes do cenário da #Música atual, como Nicki Minaj e Kanye West, e foi produzido por Avicii e Diplo. 

Ao ser perguntada sobre uma música de seu novo álbum que fala sobre não ter arrependimentos, Madonna responde que "todo mundo tem arrependimentos.

Publicidade

Eu tenho arrependimentos sobre as coisas menores, que acabam por se tornar as maiores coisas da vida". A cantora também diz que também se arrepende de não ter sido mais grata em certos momentos de sua vida, de não ser mais compassiva, de não pedir desculpas. E que não tem nenhum arrependimento na carreira, mas apenas em sua vida pessoal.

Sobre a quantidade de músicas em seu novo CD sobre sexo e religião, Madonna disse que sempre explorou os temas, e apenas está "continuando os estudos". Sobre Miley Cyrus, Madonna afirmou gostar da cantora. Disse que Miley "parece não se importar com o que as pessoas pensam. As pessoas estão sempre dizendo que ela é louca ou inútil e ela não se importa. Eu adoro isso nela. Ela se destaca nesse meio".

A entrevista completa irá ser publicada na edição de 21 de fevereiro da revista americana Billboard#Entretenimento