Novamente o Projeto Mais Leitura leva a milhares de pessoas da população fluminense a possibilidade de ler #Livros novos lançados pelas mais consagradas editoras a preços módicos entre R$ 2 e R$ 4. Esta iniciativa tem como objetivo principal garantir a todas as pessoas os benefícios da leitura, formando novos leitores.

Há cinco mil títulos em diversos estilos literários, desde infanto-juvenis a obras técnicas, acadêmicas e também de literatura brasileira. Para tornar esta iniciativa viável, repete-se a parceria entre o governo estadual e mais de 40 editoras.

No ano passado, mais de 800 mil obras foram vendidas. Neste total, os livros infantis alcançaram um montante que corresponde a 40% das vendas.

Publicidade
Publicidade

Roberta Babo Fernandes, que é quem coordena o projeto, afirma que ele concretiza a real democratização da leitura.

Roberta lembra que estão sendo formados os leitores do futuro, pois o público infantil representa quase a metade de todo projeto. Ela destaca que preços efetivamente baixos tornam o acesso igual para todos e dão uma contribuição fundamental para a formação desses leitores.

Quatro cidades do estado do Rio de Janeiro possuem agências fixas para o público acessar e comprar. As demais são atendidas pelos estandes itinerantes, que realizam o trabalho de percorrer todos municípios participantes. Cerca de 350 mil exemplares são disponibilizados apenas nestes roteiros itinerantes.

Na capital carioca, os leitores podem procurar livros em estandes fixos, que abrangem praticamente todas as regiões.

Publicidade

Na opinião de Haroldo Zager, que é quem comanda a Imprensa Oficial, esta iniciativa prova que o brasileiro gosta de ler. O projeto reformula velhos conceitos e apresenta uma nova imagem, especialmente em relação àqueles que não têm acesso aos livros. Fica evidenciado que o brasileiro quer ler, mas faltam oportunidades. Quando as pessoas se deparam com preços nesta faixa entre R$ 2 e R$ 4, cria-se esta oportunidade.

Localizada na região serrana, a cidade de Petrópolis é a campeã de vendas, entre todas que estão no projeto. Lá, em dez dias foram vendidos um total de 20 mil exemplares.

Para ter acesso a esse manancial de conhecimento através dos livros, as agências fixas estão abertas de segunda a sexta-feira, no horário de 8h às 18h. Aos sábados, o atendimento é das 9h às 13h. Já os estandes itinerantes, quem quiser tomar conhecimento de seus roteiros, pode consultar na página do projeto no Facebook.