Cidades lotadas de pessoas em busca de diversão. Vem aí, um pouco mais cedo em relação ao ano passado, mais um #Carnaval no Brasil. A semana de intensa festa faz com que os índices de sujeira, más condutas nas cidades e de #Violência aumentem bastante, e o controle e fiscalização também é sempre mais difícil.

Infelizmente, é muito comum nessa época do ano no Brasil que os números referentes à violência e ao descaso com o patrimônio público aumentem de forma abrupta, fazendo com que a tensão e a preocupação tomem conta de uma grande parte de nossa população. Tamanha é a crueldade, que essa violência não deixa de fora e não deixa escapar nem as crianças.

Publicidade
Publicidade

O Rio de Janeiro é um um bom exemplo negativo sobre o aumento dos casos de violência e crueldade contra as crianças e adolescentes. Os números do ano passado certificam o aumento da violência, de acordo com o próprio site da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. ''Em 2004, o Rio de Janeiro foi o segundo estado com o maior número de denúncias de violação de direitos de crianças e adolescentes registradas pelo disque 100, com cerca de 10,5 mil casos denunciados somente em 2014. O primeiro é o estado de São Paulo."

Com os números negativos e a fim de erradicá-los, o próprio Governo do Rio de Janeiro, junto a Secretaria de Direitos de Humanos da Presidência da Republica, apresentou nesta terça-feira (10) uma campanha, de âmbito nacional, contra a violência de crianças e adolescentes.

Publicidade

A campanha tem como fundamental e principal ação o fim da violência sexual e das condutas negativas em relação às crianças e adolescentes.

Para quem presenciar ou souber de algum caso de violência contra crianças e adolescentes, basta entrar em contato com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República ligando para o Disque 100, órgão responsável pela proteção desse grupo de pessoas em situação de risco ou simplesmente ir a alguma delegacia de policia mais próxima de sua casa. O importante é sempre fazer a denúncia para ajudar na erradicação do problema.