O escritor moçambicano, Mia Couto, 59, foi indicado na última terça-feira, 24, ao prêmio 'Man Booker International Prize'. Ele é o primeiro autor em língua portuguesa a concorrer a premiação, considerada uma das mais importantes do meio literário em todo o mundo. O ganhador vai levar para casa o equivalente a 60 mil libras, que corresponde a quase 280 mil reais.

O resultado oficial será divulgado pela organização do prêmio no dia 19 de maio, em uma cerimônia especial, que será realizada no 'Victoria and Albert Museum', na capital inglesa, Londres. Além de Mia Couto, outros noves escritores também concorrem a esse importante prêmio.

Publicidade
Publicidade

Assim como o escritor moçambicano, todos foram indicados pela primeira vez.

Conheça mais sobre o prêmio 'Man Booker International Prize'

O prêmio 'Man Booker International Prize' foi criado no ano de 2005. Diferente da maior parte das premiações literárias, essa premiação somente é concedida em dois em dois anos, premiando, exclusivamente, a autores vivos de ficção, com reconhecida repercussão mundial. Além disso, outra característica peculiar é a premiação pelo conjunto da obra do escritor, e não somente por algum romance publicado.

Outra peculiaridade do prêmio é o requisito obrigatório de o autor já ter publicado romance originalmente em inglês ou já ter tido obra traduzida para o referido idioma. Dentre os autores que já receberam essa premiação, estão: Ismail Kadaré, o primeiro a receber o prêmio em 2005, Philip Roth, em 2011, e Lydia Davis, última a receber o 'Man Booker International Prize', em 2013.

Publicidade

Sobre o escritor Mia Couto

Mia Couto é o pseudônimo de Antônio Emílio Leite Couto. Desde os 14 anos, já escrevia poesias e teve seu seus primeiros versos publicados em um jornal do seu país. Seu primeiro romance, 'Terra Sonâmbula', lançado em 1992, foi aclamado pela crítica, integrando, alguns anos depois, a lista dos maiores #Livros africanos do século XX. Ao todo, Mia Couto já teve 35 publicações, dentre romances, contos, crônicas e poemas. #Literatura