Montmartre está situado nas margens do rio Sena, sendo o atual 18º distrito da capital francesa, é conhecido como o bairro boêmio de Paris.

Até o ano de 1860, Montmartre possuía o status de cidade. Naqueles tempos, ele era conhecido por ter uma reputação negativa. Por lá se estabeleceram cabarés e bordéis e isso era alvo de descriminações da sociedade parisiense.

Com o decorrer dos anos, o bairro foi modificando e melhorando sua imagem. Isso a partir do momento em que pintores, artistas, músicos e boêmios passaram a residir por ali. O charme encantador do lugar passou a chamar a atenção e isso também contribuiu para uma mudança.

Publicidade
Publicidade

Foi assim que visitantes e mesmo os parisienses começaram a consagrar Montmartre como um bairro de pintores e artistas. Esta fama ganharia o mundo e seria, em Paris, um destino imperdível. É maravilhoso poder caminhar pelas ruas estreitas com venda de souvenirs por todos os lados, mesmo antes de atingir o topo da colina. Lá em cima a majestosa Basílica do Sagrado Coração destaca-se. E também é possível ver o encanto da Praça dos Pintores, cujo nome oficial é Place du Tertre.

Em tempos de eventos festivos a praça é ganha decoração especial. Luzes são colocadas em todos os pontos e artistas podem ser vistos em plena ação. E ainda existem cafés e restaurantes que contribuem para o conjunto charmoso do bairro.

Você poderá estar lá, observando turistas e parisienses que andam pelo bairro.

Publicidade

Poderá fazer isso enquanto estiver tomando um chá quente ou até mesmo uma taça de vinho tendo o acompanhamento dos inigualáveis queijos franceses.

O bairro de Montmartre tem toda uma história relacionada com o fato de ter sido onde os pintores impressionistas e a boemia da cidade viveram no século XIX. Muitos artistas que acabaram tornando-se famosos mundialmente moraram no topo da colina. Esta presença fez com que a praça também ficasse famosa tornou famosa com seu mercado de venda de desenhos e pinturas. Atualmente é uma região com vocação comercial. Porém, ainda persistem sólidas ligações da época dos impressionistas. É preciso ainda conhecer o Coffee 2 Moulins. o lendário cabaret Moulin Rouge e todos os erredores com Lapin Agile.

Falar em Montmartre exige incluir a Basílica de Sacre Coeur. onde sua cúpula branca brilha e chama a atenção. Ela é visível de vários pontos de Paris. Sua edificação iniciou em 1875. O tempo foi dedicado para reverenciar os combatentes franceses que morreram na Guerra Franco-Prussiana. #Turismo

Este é um dos locais mais visitados da capital francesa, sendo superado apenas pela Torre Eiffel. Uma cruz grega com 4 cúpulas, sempre é atração. Umas delas possui a altura de 80 metros e tendo sido inspirada nas arquiteturas bizantin