Em 2015, um dos maiores fenômenos da indústria fonográfica brasileira completa 20 anos do seu surgimento. O sucesso da banda 'Mamonas Assassinas' foi tão estrondoso, que muitos críticos de #Música se arriscam a afirmar que não há precedentes ou algo superior a impressionante história do grupo na música deste país.

Para comemorar as vinte décadas desse fenômeno, uma gravadora independente está produzindo um CD intitulado 'Mamonas: 20 anos de Fenômeno'. O álbum trará o registro de um show do grupo. A gravadora não anunciou qual o ano e o local deste show.

O mês de lançamento do novo disco também não foi informado, mas acredita-se que a previsão é para junho, mês no qual se completam exatos 20 anos do lançamento do CD 'Mamonas Assassinas', que impulsionou toda a "febre" pelos quatro cantos do país.

Publicidade
Publicidade

O fenômeno 'Mamonas Assassinas'

Depois de várias tentativas de sucesso, quando ainda se chamavam 'Utopia', a banda de rock liderada por Dinho decidiu mudar de nome e passaram a se chamar 'Mamonas Assassinas'. A mudança surtiu efeito e parece ter dado sorte ao grupo. Após enviar uma fita demo com as músicas: 'Pelados em Santos' e 'RoboCop Gay', o grupo conseguiu um contrato com a gravadora EMI. Produzido por Rick Bonadio, um dos principais produtores musicais do país, o disco homônimo da banda chegou às lojas do Brasil em junho de 1995.

O sucesso foi imediato. Em pouquíssimo tempo, os caras passaram a dominar quase todas as rádios e programas de TV do país. Além das canções já citadas, outras também passaram a ser cantadas por milhares de pessoas, sobretudo, crianças e adolescentes, conquistadas muito pela irreverência do grupo. Faixas como: "Vira-Vira", "Chopis Center", "Mundo Animal", "Sabão Cra Cra", dentre outras, foram cantadas quase que exaustivamente naquele ano.

De acordo com a ABPD (Associação Brasileira dos Produtores de Discos), o álbum vendeu mais de três milhões de cópias e chegou a vender 100 mil a cada dois dias.

Publicidade

O fim trágico

No dia 2 de março de 1996, o avião que levava o grupo para São Paulo, após um show em Brasília, se chocou com a Serra da Cantareira, matando todos a bordo. O grupo se preparava para sua primeira turnê fora do país, em Portugal. A tragédia chocou o país. Segundo informações da polícia militar na época, cerca de 65 mil pessoas acompanharam o enterro dos músicos em Guarulhos-SP. Em alguns locais do país, escolas interromperam as aulas por luto.

A passagem meteórica dos 'Mamonas' deixou marcas inapagáveis nas pessoas que testemunharam esse fenômeno. Sendo lembrados com muito carinho até hoje, 20 anos depois do grande sucesso. #Entretenimento