Todo mundo sabe que a década de 1980 foi a de estilos e nascimento de gostos incomparáveis: cabelos volumosos, carrões, danceterias e muitas sessões de #Cinema. O que os jovens dessa época assistiam? Freddy Krueger, Michael Myers, Jason... Todos os filmes de terror. O crescimento e o fanatismo em torno de histórias horripilantes apenas cresceu e tornou estes personagens em clássicos, com inúmeras continuações, que seguem até os dias atuais.

Para comemorar a década, o grupo de cinema Circuito Estação Net, do Rio de Janeiro, decidiu reinventar maratonas de cinemas de rua da cidade, programadas para começar no mês de abril.

Publicidade
Publicidade

No evento, os cinéfilos passam uma madrugada inteira assistindo uma sequência de três filmes eleitos por votação na internet. Ao final, estes podem ir para casa tranquilos, como quem sai de uma balada. Para agradar os fãs de cinema, a organização ainda oferece um desjejum bacana: bolo com café ou chocolate.

Porém, a ideia que teve sua origem nas históricas exibições do Cine Odeon, no centro do Rio, começou mal. Isso porque o sucesso do evento foi tanto que viralizou nas redes sociais, como o Facebook. Só por lá foram mais de 15 mil confirmados para o evento que ocorre no próximo dia 17 de abril. Sem data para liberação da pré-venda pelo site Ingresso.com, os fãs ficaram em dúvida a respeito de quanto poderiam adquirir as entradas. Pois, na manhã do dia 4 de abril a venda foi iniciada sem aviso prévio por conta de um erro técnico do site Ingresso.com.

Publicidade

ESCLARECIMENTOS 

Segundo a o Circuito Estação Net, o erro ocorreu por conta de um atraso da entrega da programação do cinema para o site, o que abriu antecipadamente a venda, sem que os organizadores pudessem avisar ao público a data futura. Dessa forma, os ingressos esgotaram e muita gente ficou insatisfeita por não poder adquirir seu lugar na sala, que abriga apenas 247 pessoas.

Em uma nota oficial, o grupo Estação Net desculpou-se formalmente e disse que trabalharão para que nas próximas maratonas isso não ocorra. Além disso, o grupo mostrou-se surpreso com o interesse de tantas pessoas em assistir três filmes em uma sala escura em uma noite de sexta-feira. "Nos sentimos incentivados por ver tanta gente mobilizada (...) Isso é um desafio", diz a nota.

O grupo esclareceu também que não há ingressos repetidos e quem for ao dia assistir a maratona de terror com ingresso na mão terão seu direito respeitado. Diante do sucesso e transtorno causado pela venda antecipada de ingressos, os organizadores prometeram que haverá outras oportunidades, com filmes restaurados e remasterizados. As maratonas também comemoram os 30 anos de existência das salas do Grupo Estação. #Rio Cultura