Quem conseguiu se esgueirar por entre os seguranças e entrou no Pacific Coliseum, em Vancouver, teve uma amostra do que será a "Innocence + Experience Tour", nova turnê do U2 que começa no próximo dia 14 de maio, no Rogers Arena, na mesma cidade canadense. Os dois ginásios ficam a poucos quilômetros de distância e o primeiro foi o escolhido pela banda irlandesa para um mês de ensaios. A primeira perna, que termina no dia 31 de julho, inclui um giro por Canadá e Estados Unidos.

Serão 36 apresentações em dez cidades, incluindo oito noites no Madison Square Garden, em Nova York. Dia 4 de setembro, em Turim, começa a perna europeia que terá 34 shows, passando por nove países - Itália, Holanda, Suécia, Alemanha, Espanha, Bélgica, Inglaterra, Escócia e França - até seu encerramento, dia 15 de novembro, na Bercy Arena, em Paris.

Publicidade
Publicidade

Há quatro anos longe dos palcos, o U2 exibiu boa forma na pré-temporada canadense. "Nada mal para um intervalo de tanto tempo", disse o vocalista do grupo, Bono, em entrevista a Jon Pareles, do "New York Times", na última quarta-feira, 29. Com relação ao repertório, o setlist completo não foi revelado: "A distribuição gratuita do novo álbum, 'Songs of Innocence', na internet, cria uma nova expectativa. Saber que temos um novo público, que não é necessariamente aquele que sempre comprou nossos discos, está nos transformando. Queremos encontrá-los ao vivo".

A "Innocence + Experience Tour" deve durar três anos e a boa notícia é que, ao que tudo indica, a turnê chega à América do Sul no segundo semestre de 2016 ou, no mais tardar, no primeiro de 2017. Sabe-se que, no início do ano que vem o U2 dará mais uma volta pela Europa e Estados Unidos, seguindo para a Ásia, antes de chegar por aqui.

Publicidade

A banda deve fazer duas ou três apresentações em São Paulo, mas Rio de Janeiro e Belo Horizonte também podem entrar no circuito.

Diferentemente da "360° Tour", que foi vista por 7,2 milhões de pessoas, entre 2009 e 2011, e arrecadou mais de US$ 735 milhões, se tornando a maior turnê de todos os tempos, o U2 troca os grandes estádios por arenas com capacidade média de 20 mil pessoas. Não é à toa que, até agora, todas as cidades por onde a "Innocence + Experience Tour" vai passar receberão, no mínimo, duas apresentações. Para os shows em países asiáticos e sul-americanos, essa regra pode ser mudada.

A nova turnê usa telões de altíssima resolução, mas traz uma abordagem mais intimista, em termos de acústica. Mais do que a fidelidade dos fãs, o U2 quer agradar seu novo público, mas isso não será tão difícil, afinal, 98% dos 1,2 milhão de ingressos já foram vendidos e as entradas para todas as apresentações da perna europeia já estão esgotadas. #Entretenimento #Famosos #Música