Uma outra excelente notícia, não só para os cinéfilos mas também para os moradores e frequentadores do Rio de Janeiro, é a reinauguração de um dos últimos dos grandes cinemas construídos na Cinelândia, no ano de 1926: o Cine Odeon, que faz parte do Grupo Estação, eleito pela revista Veja como a melhor sala de programação no ano de 2005. 

O Odeon estava em reformas desde junho de 2014, necessitando de manutenção, e certamente muitos sentiram falta dele pela agradável infraestrutura oferecida, com um aconchegante restaurante e café, cujo atendimento era excepcional, num espaço de 600 lugares na sala de projeção, além de ser também um dos únicos "cinemas de rua", ou seja, cinemas que não estão dentro de shoppings ou outro tipo de complexo, os preferidos pelos saudosistas cinéfilos. 

Este importante espaço cultural carioca tinha sua reinauguração prevista para março, mas devemos levar em conta que reformas em imóveis, ainda mais erguido nos anos 20, sempre há imprevistos que acabam atrasando. Existe a grande possibilidade também de mudança de nome, passando a se chamar "Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro". Mas, possivelmente terá ainda mais sucesso de antes da reforma. 

Apesar do cineasta, ator e diretor Carlo Mossy ter manifestado nas redes sociais sua alegria com a reinauguração do Odeon, que certamente é um point cultural que não pode deixar de existir, já que andamos tão carentes deles, infelizmente há rumores de cerca de 30 milhões em dívidas, o que pode atrapalhar em muito a sua existência. Não podemos esquecer que o Cine Odeon é a sala de exibição oficial do Festival do Rio, Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro e Anima Mundi, três eventos culturais cinematográficos de suma importância. Mas, tendo a possibilidade de ser administrado pelo respeitável Grupo Severiano Ribeiro, temos então uma boa esperança.  #Entretenimento #Cinema #Rio Cultura

No site oficial das dalas do Grupo Estação ainda consta que o Cine Odeon encontra-se em reformas, mas provavelmente ainda não foi atualizado, pois está programado na reabertura - apenas para convidados - a exibição do filme nacional O Vendedor de Passados, de Lula Buarque de Hollanda com Lázaro Ramos e Alinne Moraes, porém, quinta-feira, dia 21, o público poderá voltar a frequentar o Cine Odeon, que preparou surpresas em relação a novas atividades culturais no espaço.