A Holanda é um país europeu pequeno, mas é o terceiro melhor ensino superior de todo o mundo, além de ser celeiro de filósofos, cientistas, artistas e prêmios Nobel. A Holanda também é conhecida por ser liberal e tolerante com a diversidade cultural, além de ter alta qualidade de vida, custo universitário razoável e segurança no dia a dia. Então que tal estudar por lá?

Seis das universidades do país estão entre as 100 melhores do mundo. E por ser um país tão pequeno, esse número fica ainda mais impressionante. A Holanda é um dos países que mais oferecem bolsas de estudos na Europa. Para brasileiros, há o programa Orange Tulip Scholarship Brazil, por exemplo, criado pelo Nuffic Neso Brazil em 2012.

Publicidade
Publicidade

Certamente, estudar no país é uma ótima porta de entrada para trabalhar pelo continente europeu.

Há uma média de 1700 cursos ministrados em inglês pelo país, que atraem mais de 90 mil alunos de ensino superior todos os anos; 10% da população universitária do país é formada por estrangeiros. Além das instituições que oferecem cursos em diferentes áreas de conhecimento, também há parceria com entidades que reúnem alunos em atividades esportivas, recreativas e acadêmicas para ocupar o tempo livre. As duas maiores entidades do país são a Erasmus Student Networl (ESN) e a AIESEC.

Atualmente, a Nuffic Neso Brazil está com diversas inscrições abertas para cursos de verão. Há mais de 300 programas de diferentes áreas de conhecimento que acontecerão entre junho e setembro desse ano.

Cursos de verão

O verão é a época em que a Holanda oferece mais oportunidades.

Publicidade

Há desde cursos de idiomas até cursos específicos, como de medicina. Eles duram entre uma e seis semanas e são recomendados para quem quer aprofundar o conhecimento em determinado assunto, em um idioma novo ou ser inserido numa nova cultura sem que seja preciso ficar muito tempo longe de seu país de origem. Há cursos em áreas como ciências sociais, arte e design, cultura e história, economia, ciência, medicina, engenharia, agricultura e urbanismo.

Todas as aulas são ministradas em inglês e os cursos têm ótima relação custo x benefício. Para estadia de menos de 3 meses, os brasileiros não precisam de visto. As matrículas devem ser feitas diretamente com a universidade de interesse e os prazos para inscrições variam de acordo com cada uma. O ideal, entretanto, é que os interessados se candidatem até a primeira semana de maio. 

Vai estudar na Holanda? Então confira aqui algumas dicas para entender melhor como as coisas funcionam por lá e não ter surpresas de última hora.  #Viagem #Curso