Os fãs de antiguidades, #História e Egito estão tendo a oportunidade de visitar, desde o dia 10 de abril, 70 peças originais e 62 réplicas que incluem estátuas, múmias e utensílios entre outras coisas.

Durante 30 anos, Maisur Musa coletou as peças que conseguia em fundações, associações e antiquários na Terra Santa. Desde 1995, vem expondo essas peças por diversos lugares do Brasil (o acervo da Terra Santa desde 2009), levando a coleção para perto do público e proporcionando uma ótima oportunidade.

O monitoramento dirigido facilita a compreensão das peças e um passeio pela História Antiga, tanto para escolas que queiram fazer agendamento, quanto para os visitantes em geral.

Publicidade
Publicidade

Além disso, pode-se agendar palestras para concluir a experiência.

Entre as peças originais, destacamos as estatuetas de Deuses, como Osiris e a peça de 4500 a.C., que representa a fertilidade da mulher. Já entre as réplicas, a atenção recai sobre o busto da rainha Nefertiti (aproximadamente de 1300 a.C.), que era considerada a mulher mais bonita da antiguidade, feita em calcário e com detalhes em gesso; A Máscara Mortuária do Faraó Tutancâmon* (de cerca de 1324 a.C.); quatro múmias que mostram como ficavam os corpos conservados pós-morte e o processo de mumificação. Além disso, podemos conferir o grande Sarcófago e um cananeu, representado morto.

Outra coisa legal é que quando você compra o ingresso, passa a ter o direito de voltar quantas vezes quiser até o fim da exposição. Só não pode passar para outra pessoa, ele é nominal!

A mostra fica até o dia 24 desse mês em Santo André, se você ainda não conferiu, vale a pena ir!!

MAIS INFORMAÇÕS

Quando: de 10 de Abril a 24 de Maio

Onde: Atrium Shopping (Rua José do Patrocínio, 155, Vila América, Santo André)

Horários: Segunda a Sábado - das 10 às 22 horas; Domingos e Feriados - das 11 às 22 horas

Quanto: R$12,00 (inteira) ou R$6,00 (meia)

Tutancâmon

O Faraó governou o Egito por apenas nove anos, pois faleceu aos dezoito.

Publicidade

Como ele morreu muito cedo, sua sepultura não foi tão ornamentada quando a de outros faraós, mas permaneceu lacrada até 1922 revelando vários textos sagrados que ajudaram os estudiosos a descobrir muito sobre o Egito de 3400 anos atrás, além de conter mobília, armas, tecidos e muito ouro. #Educação