O fenômeno ocorre no dia 21 de junho de cada ano. Para quem vive no Hemisfério Sul, é o dia em que o sol, em sua trajetória na abóbada celeste, aparenta estar mais próximo da linha do horizonte. Esse efeito astronômico singular, caracterizado e determinado pelos movimentos de translação e rotação da Terra, define a noite mais longa do ano, originando o início do Inverno.

Na mesma data, acima da Linha do Equador também acontece o evento, com uma característica diferente. Determina, no Hemisfério Norte, o maior dia do ano e a chegada do Verão.

O Fenômeno Astrofísico

Solstício - palavra proveniente do latim solstitiu, significando sol parado.

Publicidade
Publicidade

Representa os dois momentos em que a Terra encontra-se mais afastada do astro, no percurso elíptico traçado ao longo dos 365 dias, determinando os inícios do verão e do inverno. Portanto, temos caracterizados respectivamente, a sul e a norte da linha do equador, o solstício de inverno e o solstício de verão.

O Fenômeno Simbólico

Desde os primórdios dos tempos esses fenômenos astronômicos intrigam o homem. Tornaram-se fonte de mitologia. Antigos povos como os celtas, gregos, egípcios, hindus, nórdicos e romanos reverenciaram divindades relacionadas com os eventos.

São deuses como Sin - cultuado como deus da lua pelos egípcios. O grego Hélio, deus do Sol, o romano Janus, deus das mudanças e dos inícios. Assim também Mitra – o deus do Sol para os persas. São cultos elaborados que representam arquétipos de deuses e divindades através de mitos solares e lunares.

Publicidade

Em geral, esses cultos simbolizam ritos de passagem, evocando presságios de transformação e renovação.

A Eternização do Culto

Mitos e lendas são elaborações humanas carregadas de imaginação. Crenças e culturas antepassadas que moldam visões de mundo com base em fenômenos astrofísicos naturais.

As noites de solstícios simbolizam noites sagradas em cultos e rituais esotéricos. Festas juninas populares proliferam pelo mundo todo. Crenças e devoções que perdem-se na noite dos tempos. #Natureza #História #Religião