Símbolo cultural do povo baiano difundido em alguns estados brasileiros e em outros países, a capoeira vive os seus dias de glória. Do início difícil, praticado nas capoeiras (lugares onde o mato era ralo), e proibido pelas autoridades, a capoeira sofreu algumas adaptações durante a sua trajetória.

O professor de capoeira da Fundação Zumbi dos Palmares, Mestre Kleber Nagô, contou que a capoeira teve origem na África, na dança Nogolo. Um ritual do povo banto, onde os homens disputavam a mulher da aldeia, com essa dança.

Hoje a capoeira passa de um esporte de rua para um esporte formal com a Lei Pelé de número 9.615, e a Lei 9.696/98, que regulariza a #Educação física para o esporte a ser praticado e ensinado nas escolas, academias e até mesmo nas universidades.

Publicidade
Publicidade

"A capoeira ainda é discriminada por muitas pessoas, mas elas ainda não perceberam que a maioria dos projetos sociais como os da Fundação Zumbi dos Palmares e Projeto Mayombe, têm conseguido resgatar a cidadania das crianças e adolescentes tirando-os da marginalidade, dando-lhes condições e estudo, desenvolvendo a didática, a formação cultural e acadêmica", explicou Mestre Nagô.

Quem desenvolveu a capoeira no Brasil, foi Manoel dos Reis Machado, conhecido como Mestre Bimba. Ele revolucionou a capoeira de Angola, adequando as técnicas de outras artes marciais na capoeira.

Em 1972 foi feita a primeira regulamentação da capoeira como esporte brasileiro. Mas somente em 1983 é que foi necessária a criação de uma entidade nacional para formar a capoeira, sendo criada então a Confederação Brasileira de Capoeira.

Publicidade

Somente com as Leis Zico e Pelé, é que a capoeira passou a ter um caráter formal, com a padronização das técnicas, dos movimentos básicos, da uniformização e da graduação.

A capoeira como esporte

Utiliza-se dos mesmos golpes praticados e treinados na dança, como por exemplo, o rabo-de-arraia, o passo-a-dois, o tombo-da-ladeira e outros golpes. É uma luta atlética de destreza baseada nas esquivas dos competidores (aos lutadores é vedado segurar ou bloquear qualquer golpe), e a finalidade principal é derrubar o adversário pelo desequilíbrio.

As competições são realizadas em quatro modalidades, conjunto, duplas, individual e por equipes. Os golpes praticados pelos competidores são classificados em três grupos: os livremente permitidos, os permitidos sob controle e os proibidos. A competição é pontuada ritmadamente pelo som dos instrumentos de percussão, entre os quais se destaca o berimbau, e as palmas dos circunstantes.

Enquanto nas provas de conjunto e duplas o vencedor é escolhido por número de pontos; nas provas individuais e de equipes o resultado é obtido por pontos, desistência, desclassificação e desqualificação.

Publicidade

O desenvolvimento

Atualmente o esporte é praticado nos estados do Rio de Janeiro, Bahia, Espírito Santo, São Paulo e em outras federações internacionais. Para que a capoeira seja considerada como esporte olímpico, é preciso ter o reconhecimento do Comitê Olímpico Brasileiro.