Milhares de pessoas esperam pela Bienal. A cada ano ela acontece em uma cidade brasileira. Antes, esse grande evento ficava apenas no trecho Rio-São Paulo, mas agora outras cidades do Brasil já recebem o evento. Porém, as bienais do Rio e de São Paulo ainda são as maiores do Brasil.

Esse ano é a vez do Rio de Janeiro receber a Bienal, e com muitos livros, lançamentos, conversas e espaços para autores, a Bienal está recheada de coisas para quem adora o mundo da leitura.

Um dos dias mais esperados foi o dia 7 de setembro em que teve Talita Rebouças dando autógrafos e falando com seus fãs, como também Mauricio de Souza que levando todos os seus fãs ao delírio por causa das histórias da Turma da Mônica.

Publicidade
Publicidade

E não parou por aí! Além dos espaços dedicados aos autores, tem também o café literário onde se tem pequenas palestras com autores convidados, sempre aberto a perguntas nos finais das sessões e também o Cubovoxes voltado principalmente para os jovens.

Argentina

Esse ano, a Bienal do Livro está homenageando a Argentina, no Pavilhão Verde é possível encontrar um espaço dedicado especialmente para o país.

Maurício de Souza

Outro homenageado da Bienal do Rio deste ano é Maurício de Souza, em que também tem uma estande no Pavilhão verde, mostrando todas as suas obras publicadas, não só no Brasil, mas também no exterior. 

Café literário

O destaque do dia 7 de setembro do Café literário foi bem no início da tarde, que teve a participação de César Campiani Maximiano no qual falou sobre os 70 anos da segunda Guerra Mundial.

Publicidade

Em que no meio do caminho fez várias reflexões sobre o que aconteceu na época e quais foram as consequências dessa grande guerra. E claro, como tudo isso nos afeta até hoje.

Cubovoxes

Já no Cubovoxes teve um encontro entre Rosane Svartman e Felipe Peçanha, que falaram sobre a crônica digital: a narrativa pelo lado de dentro dos acontecimentos.

Rosane Svartman deu destaque para o trabalho da mídia digital como propagadora de um bom trabalho, em que como cineasta e roteirista de televisão (ela fez parte dos roteiristas da última temporada de Malhação, da Rede Globo) e Felipe Peçanha falou sobre a sua experiência com a Mídia Ninja, uma mídia independente que por mais que já exista há algum tempo, ganhou destaque nas manifestação de Junho de 2013.

Portanto, como você pode ver a Bienal do Livro do Rio de Janeiro está com muitas atrações, em que se pode aproveitar não só para comprar livros, mas também para expandir os seus horizontes com novas ideias.

Não perca o evento. A Bienal do Livro vai até o dia 13 de setembro com muita coisa ainda para acontecer. #Curiosidades #Arte