Quase uma tradição na “Mostra de Cinema de São Paulo”, filmes estreantes costumam surpreender e desbancar películas badaladas pelos cadernos de cultura país afora. Para este ano, os filmes mais esperados pelos cinéfilos são “Dheepan”, do diretor Jacques Audiard, vencedor da cobiçada “Palma de Ouro” no Festival de Cannes, e “Desde Allá”, do cineasta Lorenzo Vigas, vencedor do “Leão de Ouro” no Festival de Veneza.

No entanto, a maior parte da crítica especializada em #Cinema no Brasil aponta para os filmes estreantes como possíveis destaques desta edição da “Mostra”. Dentre os “debutantes”, um dos mais aguardados é “A Terra e a Sombra”, do cineasta colombiano César Augusto Acevedo.

Publicidade
Publicidade

A narrativa do longa-metragem gira em torno de um velho fazendeiro, que encara a complexidade de sentimentos que o toma ao retornar a seu antigo lar.

Outra aposta dos críticos é “O Espelho”, representante nacional, dirigido pelo carioca Rodrigo Lima. No #Filme, surpresas e mistérios se entrelaçam após um homem ser enfeitiçado por uma mulher. Já em “A Bruxa”, do diretor norte-americano Robert Eggers, mais uma aposta dos críticos, uma família acaba se envolvendo com rituais de bruxaria em uma pequena comunidade dos Estados Unidos, sofrendo consequências drásticas e traumáticas com essa experiência.

A “Mostra de Cinema de São Paulo” terá início no próximo dia 22 de outubro e seguirá até o dia 04 de novembro.

  #Blasting News Brasil