Ziraldo Alvez Pinto celebra hoje, 24 de outubro, seu 83º aniversário. Se isso já não fosse motivo de comemoração o suficiente, sua maior criação, O Menino Maluquinho, também faz festa. O personagem completa 32 anos.

Cartunista, chargista, pintor, dramaturgo, caricaturista, escritor, cronista, desenhista, humorista, colunista e jornalista. A lista é extensa e compatível com sua genialidade como artista.

Nascido no interior de Minas Gerais, Ziraldo ganhou todo o país com sua produção artística e literária. Apesar de o talento ter florescido cedo, publicou seu primeiro desenho com apenas 6 anos na Folha de Minas, Ziraldo formou-se em direito na Universidade Federal de Minas.

Publicidade
Publicidade

Ziraldo diz que criou o personagem ao perceber que crianças infelizes se tornavam adultos sofridos. Saindo dos livros, conquistou os palcos e as telas com adaptações de sucesso e sua famosa panela na cabeça.

Ditadura

Mas nem tudo foi alegria na vida de Ziraldo. Após fundar O Pasquim, que fazia oposição ao regime militar, foi preso um dia após a promulgação do AI-5, em dezembro de 1968. Durante o período da Ditadura Militar no Brasil (1964-1985), a publicação de 'Turma do Pererê', outro grande sucesso seu, foi cancelada. Em 5 de abril de 2008, Ziraldo teve seu processo de anistia aprovado pela Comissão de Anistia do Ministério da Justiça.

Homofobia

Em entrevista dada em maio deste ano ao site 'Hoje em Dia', Ziraldo criticou a Rede Globo e a novela 'Babilônia'. “O problema da homossexualidade é que ela está hiperdimensionada.

Publicidade

A TV Globo acha que está fazendo um grande serviço ao ‘modus vivendi’, ao dar chance aos homossexuais de assumirem a sexualidade deles”, disse.  

Ziraldo também falou sobre a atuação de Fernanda Montenegro. “Grandes fãs dela estão estarrecidos com isso. E mesmo que ela estivesse pensando em ajudar as mães dos homossexuais... Mas qual é a porcentagem de mães de homossexuais?”, questionou.

Premiações

Apesar das controvérsias em sua trajetória, Ziraldo acumula prêmios desde 1969, quando ganhou o Nobel Internacional do Humor. Sua última vitória foi em 2008, com o Prêmio Ibero-Americano de Humor Gráfico. Em 2012, ele foi indicado ao Prêmio Jabuti de #Literatura na categoria infantil por 'Os Meninos do Espaço', mas perdeu para Biagio D’Angelo. #Livros #Blasting News Brasil